PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Ex-quarteto do Flu nutre amizade e cogita aposta por Cruzeiro e Atlético-MG

Fred e Thiago Neves são amigos desde os tempos de Fluminense - Dhavid Normando/Photocamera
Fred e Thiago Neves são amigos desde os tempos de Fluminense Imagem: Dhavid Normando/Photocamera

Enrico Bruno, Thiago Fernandes e Victor Martins

30/03/2017 04h00

O torcedor do Fluminense deve morrer de saudades. Mas agora eles estão nos dois maiores clubes de Minas Gerais. Campeões brasileiros pelo clube em 2012, Rafael Sóbis, Thiago Neves, Fred e Rafael Moura já têm data marcada para o reencontro nos gramados. Amigos de longa data, eles defenderão Cruzeiro e Atlético-MG, no Mineirão, pela 10ª rodada do Campeonato Mineiro.

A amizade já propiciou reuniões em Belo Horizonte. Recentemente, o empresário de Rafael Moura publicou um vídeo em que jogava vôlei com Thiago Neves e outros amigos no sítio do centroavante. Na ocasião, o meia-atacante da Raposa, derrotado, teve que pagar uma aposta. A brincadeira foi postada nas redes sociais.

A relação do quarteto é tão boa que Rafael Moura não descarta uma nova aposta com o amigo que defende as cores do arquirrival na partida deste sábado (1º), às 16h (de Brasília), no Gigante da Pampulha:

“A gente não brinca de futebol, a gente brinca de vôlei. Thiago tem muita qualidade, É um grande amigo, como Sóbis também. Para ser meu amigo, preciso respeitá-lo de todas as formas. Em qualquer coisa que apostamos e quando temos uma repetição, é difícil um ganhar mais que o outro. Fica aquela coisa: "Ah paguei", o outro recebe depois. Não só a gente tem essa aposta, as esposas, a família e as esposas têm essa união, e morando em BH, não tem como não se encontrar”, disse o camisa 13 alvinegro.

Envolvido na brincadeira com o centroavante do Atlético-MG, Thiago Neves garante que tenta conversar com a dupla. Os contatos com Fred são mais difíceis, mas a situação se torna fácil quando a tentativa é falar com Rafael Moura:

“Eu falei com o Fred antes de vir para cá, mas é muito difícil falar com o Fred. O Fred não olha WhatsApp, não responde grupo. Não sei como ele é com a assessoria, mas com a gente é muito difícil. Falei esses dias com o Rafa (Moura). Jogando toda hora não tem muito tempo, mas daqui a pouco a gente vai conseguir se reunir, porque é um grupo que a gente fez à época de Fluminense. Um grupo muito forte e unido, com amizade verdadeira”, garantiu ao UOL Esporte.

Rafael Sobis e Rafael Moura conversam durante treino do Fluminense (05/10/11) - Dhavid Normando/Photocamera - Dhavid Normando/Photocamera
Rafael Moura e Rafael Sóbis ficaram amigos durante a passagem pelas Laranjeiras
Imagem: Dhavid Normando/Photocamera

Embora o clássico não tenha valor em termos de classificação para a primeira fase do Campeonato Mineiro, o quarteto não descarta uma aposta, de acordo com Moura:

“Não só o Thiago é meu amigo, tem o Sóbis também da nossa campanha de 2010 a 2012. Eu e Fred temos essa amizade, que fica fora de campo. Dentro, ela não entra, mas nós, esse quarteto, somos competitivos. Há anos, apostamos jantar e qualquer coisa que brincamos ou não. Mas é uma coisa pessoal nossa. É muito pequeno isso da gente falar, porque a responsabilidade de um clássico é grande por ter brincando com um negócio de aposta. Precisamos de seriedade no clássico. depois do jogo, pode haver brincadeira, mas agora isso não pode acontecer”, concluiu.
 

Futebol