PUBLICIDADE
Topo

Gaúcho - 2019

Torcedores do Pelotas invadem estádio e agridem presidente do clube

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

27/01/2019 23h36

Um grupo de torcedores do Pelotas invadiu o setor administrativo do estádio Boca do Lobo, neste domingo (27), e agrediu o gerente executivo e também o presidente do clube depois de partida com o São Luiz-RS. Gilmar Schneider, mandatário da equipe da zona sul do estado, foi atingido do lado esquerdo do rosto. O ato, segundo os dirigentes, foi motivado pela busca de mais ingressos.

Pelotas e São Luiz-RS empataram sem gols, em jogo válido pela terceira rodada do Campeonato Gaúcho. De volta à elite do futebol estadual, o clube pelotense já havia jogado a primeira rodada em Rio Grande por perda de mando de campo.

"Houve um tumulto e um grupo invadiu a área administrativa do clube. Eles foram para cima do Álvaro Prange (gerente executivo) e eu tentei separar. Deram um soco nele, mas não pegou em cheio. Em mim pegou em cheio", contou ao UOL Esporte Gilmar Schneider.

De acordo com Schneider, a agressão foi cometida pela mesma pessoa. O indivíduo estava acompanhado de um pequeno grupo e promoveu quebra-quebra nas dependências do clube.

"Era umas seis ou sete pessoas. Eles quebraram vidraças da sede, foram entrando quando o Gavilán (ex-Inter, Grêmio, Flamengo e atual técnico do Pelotas) dava entrevista", explicou o presidente do clube gaúcho.

O Pelotas recebeu o São Luiz-RS ainda cumprindo punição imposta pelo TJD-RS (Tribunal de Justiça Desportiva do Rio Grande do Sul). Um setor do estádio Boca do Lobo ficou fechado.

"Tínhamos umas três mil pessoas no estádio e aí dois ou três fazem isso", afirmou Schneider. "Eles querem sempre mais ingressos. Falaram que foi por isso que invadiram. E se a gente der mais, eles vão pedir mais depois", completou o dirigente do Pelotas.