PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Dirigente do São Paulo rebate críticas do Tigre e diz que foi mal tratado na Argentina

João Paulo de Jesus Lopes disse não ter sido bem recebido pelo Tigre na Argentina - Vipcomm
João Paulo de Jesus Lopes disse não ter sido bem recebido pelo Tigre na Argentina Imagem: Vipcomm

João Henrique Marques e Renan Prates

Do UOL, em São Paulo

12/12/2012 21h41

O vice-presidente do São Paulo, João Paulo de Jesus Lopes, se defendeu das reclamações do Tigre de o Tricolor ter proibido o treino de reconhecimento do gramado do clube argentino na véspera da final da Copa Sul-Americana.

Jesus Lopes citou um exemplo do que aconteceu na Argentina na semana passada para argumentar a tese de que o São Paulo está tratando o Tigre muito melhor do que foi tratado na primeira final. Mas ele evitou dizer que está reclamando por não ter sido bem recebido.

“Nossos representantes subiram no gramado antes do treino do São Paulo e foram expulsos pelos seguranças deles. Não estamos cobrando nada. Mas nosso tratamento foi muito melhor do que recebemos deles”.

Segundo o diário argentino Olé, o Tigre foi proibido sequer de ver o gramado do Morumbi nesta terça-feira, o que deixou o técnico Nestor Gorosito muito irritado. Ele foi obrigado a improvisar uma atividade no Hotel Transamérica, onde a delegação está hospedada. O clube argentino reclamou na Conmebol do fato.

“Foi passado pelos nossos agrônomos que o gramado precisava ser preservado. Foi isso que passamos para a Conmebol, e ela entendeu. Eles estão tentando criar um mal-estar”.

JOGADORES DO TIGRE DIZEM QUE FORAM AMEAÇADOS COM ARMA

Futebol