PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Lesão na coxa direita tira Adilson dos próximos jogos do Atlético-MG

Adilson não tem previsão de retorno ao time titular do Atlético-MG - Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG
Adilson não tem previsão de retorno ao time titular do Atlético-MG Imagem: Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

29/05/2017 16h15

Importante peça no esquema de jogo montado pelo técnico Roger Machado, o volante Adilson vai desfalcar o Atlético-MG nos próximos jogos, seja da Copa do Brasil ou do Campeonato Brasileiro. O jogador sofreu uma lesão no músculo posterior da coxa direita e já iniciou o tratamento. Como de costume, o clube mineiro não informa o prazo estimado para o retorno do atleta.

No empate em 2 a 2 com a Ponte Preta, no Independência, Adilson foi substituído no começo do segundo tempo, se queixando de dores na coxa direta. Após um longo tempo no futebol russo, o volante já havia se queixado da dura sequência de jogos do futebol brasileiro. Dois dias antes da partida com a Ponte, o camisa 21 relatou que estava muito cansado.

“Eu joguei dois meses muito mais do que vinha jogando lá fora. Jogava quatro jogos por mês. Agora a sequência está muito maior, então eu tive uma baixa de imunidade e veio a gripe, veio o cansaço, a defesa do corpo abaixou. Mas não deu para descasar, para recuperar. Tive de jogar, fui no meu limite, fui no máximo. Mas minha carreira sempre foi assim. Agora que me estabilizei, já me senti melhor lá no Paraná. No próximo jogo acredito que vou ter uma postura melhor”, disse o volante, dois dias antes de sofrer a lesão muscular.

Desde que Adilson chegou ao Atlético, ele disputou 11 partidas num intervalo de dois meses. A estreia foi contra a Caldense, ainda pela primeira fase do Campeonato Mineiro, em 26 de março, até o duelo com o a Ponte Preta, nesse domingo, dia 28 de maio.

Sem poder contar com Adilson, Roger Machado vai ter de pensar em alternativas para suprir a ausência do volante. Caso seja desejo manter o esquema de jogo atual, Yago aparece como primeira opção, por também ser volante. Outra possibilidade é o retorno do time com dois volantes e dois meias, como aconteceu nos primeiros meses de 2017. Assim, Otero e Maicosuel são as principais opções do treinador.

O primeiro compromisso do Atlético sem Adilson é nesta quarta-feira, contra o Paraná Clube, pela Copa do Brasil. Como perdeu o primeiro jogo das oitavas de final em Curitiba, por 3 a 2, a equipe mineira precisa vencer para avançar de fase. Uma vitória simples, por 1 a 0, já é o suficiente para o Atlético chegar às quartas de final.

Futebol