PUBLICIDADE
Topo

Esporte


Felipe Melo diz que Palmeiras dominou 2º tempo e dedica seu gol a Bolsonaro

Do UOL, em São Paulo

16/09/2018 18h13

O volante do Palmeiras Felipe Melo dedicou o gol que garantiu o empate do Palmeiras por 1 a 1 com o Bahia neste domingo (16), em Salvador, pelo Campeonato Brasileiro, ao deputado federal e candidato à Presidência Jair Bolsonaro. O jogador, apoiador declarado do político do PSL, marcou de cabeça aos 32 minutos do segundo tempo para evitar a derrota alviverde.

"Quero agradecer a Deus pelo gol, à família. Esse gol vai para o nosso futuro presidente Bolsonaro. É muito importante seguir nessa sequência de não perder", disse o camisa 30 ao canal Premiere na saída de campo na Fonte Nova.

Felipe também avaliou que o Palmeiras fez um primeiro tempo ruim, mas melhorou após o intervalo. "Primeiro de tudo é ressaltar o trabalho em equipe. O time lutou até o final, buscou o resultado. Creio que o primeiro tempo foi um pouco abaixo do que a gente vem apresentando ao longo da competição, mas no segundo, no meu modo de ver, dominamos", afirmou.

O apoio de Felipe Melo a Bolsonaro se tornou mais conhecido desde maio do ano passado, quando o jogador divulgou um vídeo em suas redes sociais declarando voto no capitão da reserva do Exército e terminando com a mensagem "pau nos vagabundos".

Nesta semana, Felipe Melo também entrou na polêmica envolvendo o atacante Lucas Moura, do Tottenham, que causou reações divididas após apoiar Bolsonaro e discutir com seguidores em seu Twitter. O volante do Palmeiras postou na rede social: "Boa, Lucas Moura, Bolsonaro neles e não importa o que digam!".

Outro jogo deste domingo também teve uma referência a Bolsonaro. Parte da torcida do Atlético-MG provocou o rival Cruzeiro no clássico no Mineirão com um grito homofóbico: "Cruzeirense, toma cuidado, o Bolsonaro vai matar veado".

Esporte