PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Mano evita falar em nova meta, mas crava: "Vamos sair da degola"

Do UOL, em Belo Horizonte

22/08/2016 06h01

A série invicta de quatro jogos sem derrotas faz com que a torcida do Cruzeiro cogite deixar a zona de rebaixamento para sonhar com vôos mais altos no Campeonato Brasileiro. Mano Menezes, no entanto, é cauteloso ao avaliar esta situação. Embora assegure que seus comandados deixarão a metade inferior da tabela, o treinador evita vislumbrar uma luta pelas primeiras posições.

Questionado sobre o que os mineiros disputarão na competição, o técnico preferiu se precaver e disse que o sonho por melhores posições depende do tempo que o time gastará para se distanciar da degola:

“Você tem que fazer aquilo que precisa ser feito no momento. O que temos que fazer é sair dessa situação. O que vai determinar se podemos ambicionar mais ou não é a velocidade que vamos sair. Mas que vamos sair, nós vamos sair”, afirmou.

Na realidade, para que o Cruzeiro deixe definitivamente a zona da degola, é necessário que o Vitória seja derrotado pelo Corinthians, nesta segunda-feira (22), ainda pela 21ª rodada do Brasileirão. Os mineiros passam a secar o time baiano e tratam a saída da degola como uma “respiradinha”.

“A gente veio fora da zona de rebaixamento para dar uma respiradinha, ver como está o ar, acho que os jogadores vão gostar e pretendemos ficar até o final do campeonato. O que produzimos foi uma pequena melhora a partir de um fundamento. Não podemos nos acomodar, porque senão logo você para de crescer”, concluiu.

Esporte