PUBLICIDADE
Topo

Vitor Guedes

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

VP experimenta, roda elenco, classifica e ganha opções no Corinthians

Giuliano, do Corinthians, comemora o segundo gol corinthiano na fácil vitória sobre a Portuguesa-RJ - Ettore Chiereguini/AGIF
Giuliano, do Corinthians, comemora o segundo gol corinthiano na fácil vitória sobre a Portuguesa-RJ Imagem: Ettore Chiereguini/AGIF
Conteúdo exclusivo para assinantes
Vitor Guedes

Vitor Guedes é jornalista e professor universitário pós-graduado em Português, Língua e Literatura pela UMESP, autor do livro "Paixão Corinthiana", com passagens por Jovem Pan, Lance!, Site do Corinthians, BandNews FM, Agora São Paulo, FAPSP e UNG. Com Copas do Mundo, Mundial Libertadores, Brasileiros e dezenas de Paulistas no currículo, Vitor Guedes é 1977, pai do Basílio, ZL e, atualmente, é colunista do UOL Esporte e comentarista do Baita Amigos no Bandsports

Colunista do UOL

11/05/2022 23h21Atualizada em 12/05/2022 00h13

O Corinthians não fez mais do que a obrigação em despachar a Portuguesa-RJ (2 a 0) e avançar na Copa do Brasil.

No entanto, para além da vaga, o Corinthians testou jogadores, deu ritmo a outros, poupou alguns e ganhou opções e variações que podem ser úteis em fases mais agudas, em embates mais complicados e decisivos.

Sem os titulares vetados Fagner e Jô, VP também segurou no banco Raul Gustavo, Du Queiroz, Renato e Willian, rodou o elenco e experimentou geral.

O treinador português armou o Timão no 3-5-3 variando para o 3-4-3. Fábio Santos como zagueiro pela esquerda, Mosquito na ala direita, Piton espetado quase que como um ponta esquerda foram testes válidos e, sublinhando o nível fraco do adversário da Série D, aprovados.

Individualmente, Júnior Moraes, que atuou só o primeiro tempo e abriu o placar aos 7, e Giuliano, que fez o segundo, ganharam crédito com VP. Bambu, pouco exigido como zagueiro no combate, mostrou qualidade na saída de jogo pela direita. Mosquito também teve seus bons momentos.

Missão obrigatória cumprida na Copa do Brasil, o Corinthians defende a liderança do Brasileirão, sábado (14), no Beira-Rio, contra o Inter de Mano Menezes, e na próxima terça (17), defende a ponta do Grupo E da Libertadores em visita ao Boca Juniors,

A avaliação dos jogadores corinthianos e do técnico Vítor Pereira e a análise completa da classificação mosqueteira você vê na live do Corinthians no UOL Esporte, comigo e Ricardo Perrone.

Eu sou o Vitor Guedes e tenho um nome a zelar. E zelar, claro, vem de ZL! É nóis no UOL!

Veja:

E me siga no Twitter e no Instagram.