PUBLICIDADE
Topo

Copa do Brasil - 2022

Corinthians vence Portuguesa-RJ, afasta zebra e avança na Copa do Brasil

Júnior Moraes, do Corinthians, balançou as redes na partida contra a Portuguesa-RJ, pela Copa do Brasil - ANDRE PERA/PERA PHOTO PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Júnior Moraes, do Corinthians, balançou as redes na partida contra a Portuguesa-RJ, pela Copa do Brasil Imagem: ANDRE PERA/PERA PHOTO PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Yago Rudá

Do UOL, em São Paulo

11/05/2022 23h22

Classificação e Jogos

Mesmo sem a maioria de seus titulares, o Corinthians fez aquilo que lhe era esperado e avançou sem sustos para a fase oitavas de final da Copa do Brasil. Na noite de hoje (11), o Timão encarou a Portuguesa-RJ e, com grande superioridade, venceu por 2 a 0, com gols de Júnior Moraes e Giuliano, afastando qualquer possibilidade de zebra na Neo Química Arena.

O panorama da partida foi o ataque do Corinthians contra o sistema defensivo da Portuguesa, equipe que disputa a Série D do Campeonato Brasileiro. Escalado com três zagueiros, o Timão precisou de apenas sete minutos para abrir o placar com Júnior Moraes. Daí em diante, apenas controlou o jogo para confirmar a classificação.

De quebra, o clube do Parque São Jorge manteve sua reputação de jamais ter sido eliminado da Copa do Brasil contra um adversário de menor expressão no futebol nacional e ainda garantiu um cheque de R$ 3 milhões pagos pela CBF a cada um dos 16 classificados para as oitavas de final da Copa do Brasil. O adversário do Timão no mata-mata será definido por sorteio.

O melhor: Giuliano

Marcou um gol e deu uma assistência. Dei dinâmica ao meio de campo e foi o responsável pelo ritmo da partida, acionando os pontas e também as referências do ataque com facilidade.

O pior: Cafú

Acabou sumido em campo por conta da postura defensiva de sua equipe. Por conta disso, jogou muito mais sem a bola do que com ela e foi substituído no segundo tempo.

Vítor Pereira pega todos de surpresa

Quando a escalação do Corinthians foi anunciada, uma hora antes do jogo, o nome de Lucas Piton constava como lateral-direito. No entanto, o técnico Vítor Pereira surpreendeu a todos e montou a equipe com três zagueiros (Robson Bambu, João Victor e Fábio Santos) e mandou Lucas Piton para a ponta esquerda. Na direita, Mosquito e Adson se revezaram pela beirada em uma formação ofensiva do Alvinegro.

Desencanta Júnior Moraes

Vindo do Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, após fugir da guerra no país do leste europeu, o centroavante Júnior Moraes enfim conseguiu seu primeiro gol pelo Corinthians em sua 8ª partida pelo clube do Parque São Jorge. O camisa 18 aproveitou um passe acrobático de Giuliano, dominou a bola cara a cara com o goleiro Paulo Henrique e o deslocou para colocar o Timão na frente com apenas sete minutos de partida.

Superioridade corintiana

Mesmo com uma formação alternativa e com a maioria de seus titulares poupados, o Corinthians não teve dificuldade alguma para tomar conta da partida no primeiro tempo. Com Adson, Júnior Moraes e Giuliano inspirados, o Timão atuou no campo de ataque, pressionou o adversário e sofreu apenas um chute a gol, de fora da área e sem perigo ao goleiro Cássio.

Corinthians amplia com Giuliano

Não demorou muito para o Corinthians ampliar ainda no primeiro tempo, tamanha a disparidade técnica entre as duas equipes. Em jogada pelo lado direito e um belo passe de Adson para Gustavo Mosquito, o camisa 19 do Timão invadiu a área e cruzou rasteiro para Giuliano apenas empurrar a bola ao fundo da rede e praticamente selar a classificação dos paulistas às oitavas de final da Copa do Brasil.

Cássio dá lugar a Ivan

Capitão do Corinthians, o goleiro Cássio pouco foi acionado pelo sistema ofensivo da Portuguesa, mas precisou deixar o campo ainda no primeiro tempo. Logo após o segundo gol do Timão, o camisa 12 chamou o departamento médico, alegou dores musculares e prontamente foi substituído por Ivan — que jogou na Neo Química Arena pela primeira vez desde que assinou com o clube do Parque São Jorge.

Corinthians diminui o ritmo e jogo fica morno no 2º tempo

Com a vitória e a vaga encaminhada, o Corinthians diminuiu o ritmo no segundo tempo e fez com que o jogo ficasse morno e, consequentemente, sem grandes lances para os dois lados. O Alvinegro manteve o controle da posse de bola, porém encontrou uma Portuguesa fechada e optou em administrar a partida ao invés de forçar as jogadas no ataque.

Fiel em peso em Itaquera

Sob chuva e enfrentando uma temperatura de 17ºC na zona leste de São Paulo, mais de 36 mil torcedores acompanharam a partida na Neo Química Arena. O Corinthians arrecadou quase R$ 2 milhões com a venda de ingressos e ainda manteve alta sua média de público na temporada 2022.

Próximos jogos

O Corinthians volta a campo no próximo sábado (14) para enfrentar o Internacional, no Beira-Rio, pela 6ª rodada do Campeonato Brasileiro. A Portuguesa agora volta as atenções para a Série D do Brasileirão. No domingo, os cariocas medirão forças com o Nova Iguaçu, em partida válida pela 5ª rodada do Grupo 7.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 2 x 0 PORTUGUESA-RJ

Data: 11 de maio de 2022, quarta-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Competição: Copa do Brasil (3ª fase)
Local: Neo Química Arena, São Paulo (SP)
Árbitro: Ramon Abatti Abel (SC)
Assistentes: Kleber Lúcio Gil (SC) e Eduardo Gonçalves da Cruz (MS)
Cartões amarelos: Júnior Moraes e Cantillo (Corinthians); Marcão (Portuguesa-RJ)

Gols: Júnior Moraes, aos sete minutos, e Giuliano, aos 31 minutos do 1º tempo.

CORINTHIANS: Cássio (Ivan); Robson Bambu, João Victor e Fábio Santos; Gustavo Mosquito (Gustavo Mantuan), Roni, Maycon (Cantillo), Guiliano, Adson (Wesley) e Lucas Piton; Júnior Moraes (Giovane). Técnico: Vítor Pereira

PORTUGUESA-RJ: Paulo Henrique; Joazi, Marcão, Amaro e Itambé; Sidney, Jhonnatan (Netinho), Pernão (Claudinho) e Cafú (Patrick); Kayron (Kauan) e Pimenta (Maikinho). Técnico: Felipe Surian