PUBLICIDADE
Topo

Tales Torraga

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

O que acontece se Boca e Corinthians empatarem hoje em todos os critérios?

Confusão dentro de campo entre os jogadores do Corinthians e Boca Juniors pela Libertadores - Ettore Chiereguini/AGIF
Confusão dentro de campo entre os jogadores do Corinthians e Boca Juniors pela Libertadores Imagem: Ettore Chiereguini/AGIF
Tales Torraga

Jornalista e escritor, Tales Torraga nasceu em Mogi das Cruzes (SP), mas é, segundo os colegas, "mais argentino que os próprios argentinos". Morou em Buenos Aires e Montevidéu, girou pela imprensa brasileira e portenha e escreveu 15 livros ? o último deles, Copa Loca, é sobre a...Argentina nos Mundiais.

Colunista do UOL

26/05/2022 04h00

A noite será de apreensão para Corinthians, Deportivo Cali e Boca Juniors, os três clubes que brigam por duas vagas nas oitavas de final da Copa Libertadores da América. Enquanto o Corinthians precisa de apenas um empate em casa contra o time misto do Always Ready para avançar na competição, o Boca tem de vencer o Cali na Bombonera. As duas partidas começam às 21h (de Brasília) desta quinta (26).

Para o Boca, há a possibilidade também de se classificar com um empate, desde que o Corinthians perca na Neo Química Arena. E uma das possibilidades teria um drama extra, com Boca e Corinthians igualando rigorosamente suas campanhas e empatando em todos os critérios.

Tal hipótese vai ocorrer se Boca e Cali ficarem no 0 a 0, e o Corinthians perder para o Always Ready por 2 a 0. Nesta combinação, Boca e Corinthians terminariam com oito pontos, com um gol negativo de saldo, cinco gols a favor e apenas um gol fora de casa.

Ambos dividiriam a segunda colocação, com o Cali na liderança.

Neste hipotético empate entre o Boca e Corinthians, a classificação ficaria com o Boca por ser o terceiro no ranking da Conmebol, enquanto o Corinthians aparece na 29ª colocação.

Tal previsão é indicada no regulamento da Libertadores, que estabelece os seguintes critérios de desempate no número de pontos: saldo de gols, gols a favor, gols a favor como visitante e posição no ranking da Conmebol.

tima - GettyImages - GettyImages
Corinthians e Boca Juniors se enfrentaram pela Libertadores
Imagem: GettyImages

O que é o ranking

O ranking da Conmebol não é exatamente uma "fotografia" do momento recente dos clubes sul-americanos. A sequência leva em consideração uma série de fatores desde 1960, quando foi realizada a primeira edição da Libertadores — incluindo o desempenho em jogos do torneio, histórico na Copa Sul-Americana e até títulos nacionais. Por isso, vencer o torneio (mesmo em duas edições consecutivas) não é garantia de encabeçar a lista.

Hoje, quem lidera o ranking da Conmebol é o argentino River Plate, campeão em 2018 e vice em 2019, que tem 10.275,2 pontos e uma folga considerável sobre o Palmeiras, segundo com 8.503,1.

O Boca Juniors, que ganhou a Libertadores pela última vez há 15 anos, em 2007, vem em terceiro com 8.272,8, à frente até mesmo de campeões mais recentes, como Flamengo (em 2019) e Grêmio (em 2017).

O time rubro-negro carioca é o quarto da sequência, com 6.666,4 pontos, enquanto o clube tricolor de Porto Alegre vem em quinto, com 6.571,9.

O UOL Esporte já explicou em detalhes como é a atualização do ranking. Para ler, basta clicar aqui. E o colega Marcel Rizzo também destrinchou os critérios de desempate da fase de grupos da Libertadores, aqui.