PUBLICIDADE
Topo

Com vento e frio, Nadal bate Sinner madrugada adentro e vai à semi em Paris

Reuters
Imagem: Reuters
Alexandre Cossenza

Alexandre Cossenza é bacharel em direito e largou os tribunais para abraçar o jornalismo. Passou por redações grandes, cobre tênis profissionalmente há oito anos e também escreve sobre futebol. Já bateu bola com Nadal e Federer e acredita que é possível apreciar ambos em medidas iguais. Contato: ac@cossenza.org

Colunista do UOL

06/10/2020 20h25

No primeiro ano de iluminação na principal arena de Roland Garros, Rafael Nadal precisou ficar em quadra além da meia-noite para garantir seu lugar nas semifinais do torneio. Com o termômetro registrando temperaturas abaixo de 13ºC e rajadas de vento de mais de 20km/h, combinação inédita até alguém que venceu o torneio 12 vezes, o espanhol teve problemas diante do italiano Jannik Sinner, de 19 anos, mas soube ajustar seu jogo às condições e saiu de quadra depois da 1h20min da manhã com uma vitória por 7/6(4), 6/4 e 6/1.

Rafa agora está a duas vitórias de igualar o recorde de Roger Federer, maior campeão de slams em simples na história do tênis masculino. Se conquistar Roland Garros mais uma vez, Nadal, dono de 19 títulos em torneios deste porte, alcançará a marca do suíço, que tem 20 conquistas. Seu próximo adversário será o argentino Diego Schwartzman, que surpreendeu nesta terça-feira ao eliminar o austríaco Dominic Thiem por 7/6(1), 5/7, 6/7(6), 7/6(5) e 6/2. Thiem e Nadal fizeram as finais em Roland Garros nos últimos dois anos.

O duelo entre Schwartzman e Thiem, aliás, foi o principal responsável por alongar a sessão da Quadra Philippe Chatrier. A partida durou 5h08min, e Nadal, que fazia o último jogo do dia, começou o embate com Sinner já depois das 22h30min locais. Na semi, espanhol e argentino vão reeditar o encontro de quartas de final do Masters 1.000 de Roma. Na Itália, Schwartzman levou a melhor por 6/2 e 7/5. Foi a única vitória do sul-americano em dez confrontos.

Como aconteceu

O primeiro set demorou a esquentar, apesar do break point conseguido por Sinner logo no terceiro game. O italiano perdeu a chance jogando uma bola na rede e pouco ameaçou o saque do veterano depois disso. Apesar do saibro muito pesado e das condições de jogo bem lentas, os dois seguiram confirmando seus serviços sem drama até o 11º game. Foi aí que Nadal, sem conseguir profundidade em suas bolas para empurrar o rival, viu Sinner agredir com eficiência. Rafa ainda escapou de dois break points, mas errou um forehand no terceiro, cedendo a quebra. Com 6/5, o adolescente deu seus primeiros sinais de nervosismo. Cometeu dois erros não forçados, jogou uma curtinha ruim, e precisou encarar três set points. Salvou os dois primeiros, inclusive vencendo um rali de 34 golpes, mas Nadal converteu o terceiro com uma paralela indefensável.

A segunda parcial começou com Sinner voltando a quebrar o serviço do espanhol, que seguia com problemas para se impor do fundo de quadra diante de condições tão lentas. O italiano, porém, viu a história se repetir. Nadal elevou o nível e, com ajuda de alguns erros do rival, devolveu a quebra, igualando o placar pouco depois. Aos poucos, porém, o veterano, dono de 12 títulos em Roland Garros, foi jogando mais solto e agressivo. No nono game, foi recompensado. Primeiro, viu uma bola bater na fita e morreu do lado do italiano. Depois, defendeu-se com um slice de forehand que atrapalhou Sinner. Finalmente, com o break point, Rafa viu o rival jogar uma bola na rede. A quebra deu ao favorito a chance de sacar para o set, e Nadal não bobeou, fazendo 6/4 quando Sinner atacou uma direita na rede.

A vantagem no placar deixou Rafa ainda mais à vontade. No começo do terceiro set, o favorito já conseguia bolas profundas com mais frequência, e isso complicou a vida de Sinner. Logo no primeiro game, com uma passada de backhand, Nadal conseguiu uma quebra. Depois disso, o italiano ofereceu menos resistência. O veterano logo abriu 3/0, com outra quebra, e fechou a conta pouco depois. Quem ficou até o fim na Chatrier ainda pôde ver o lance mais espetacular da partida. Um lob vencedor que deixou Sinner sem ação (veja abaixo).

Torne-se um apoiador do blog e tenha acesso a conteúdo exclusivo (posts, podcasts e newsletters semanais) e promoções imperdíveis.

Acompanhe o Saque e Voleio no Twitter, no Facebook e no Instagram.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.