PUBLICIDADE
Topo

Paulo Anshowinhas

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Gui Khury, de 13 anos, fica com o bronze no skate vertical dos X-Games

Skatista Gui Khury, bronze no X-Games do Japão - Reprodução TV
Skatista Gui Khury, bronze no X-Games do Japão Imagem: Reprodução TV
Conteúdo exclusivo para assinantes
Paulo Anshowinhas

Paulo Anshowinhas é skatista pioneiro, jornalista, radialista e comunicador. Foi juiz do Mundial de skate da Alemanha, chefe da delegação no Mundial do Canadá, comentarista do X Games e fundador da revista Yeah! Skate is my life.

Colunista do UOL

22/04/2022 08h29

O curitibano Gui Khury, caçulinha da delegação brasileira nos X-Games, com 13 anos e 4 meses, continua a fazer história ao conquistar o terceiro lugar na prova de skate vertical, e ser o mais jovem skatista a conquistar uma medalha de bronze na prova.

Sempre com um sorriso no rosto, o jovem Gui fez uma prova recheada de giros - 540, 720 e até um 900 que lhe garantiu o pódio nas finais, terminando na terceira posição, atrás do japonês Moto Shibata e do norte-americano Jimmy Wilkins, vencedor da disputa.

Gui, junto com o paulistano Luiz Francisco, o Luizinho, também participou um pouco antes das provas eliminatórias do park masculino, mas terminou em nono lugar e Luizinho em décimo, ambos ficando fora das finais de amanhã.

Mesmo assim, Gui será o único brasileiro a participar da prova de Best Trick - Melhor Manobra, no skate vertical neste sábado, quando suas manobras de giros, o 900 e o 1080, podem fazer total diferença, e arriscar mais uma medalha dourada.

Gui, que é o detentor de três recordes do Guiness Book, como atleta mais jovem a participar de uma edição dos X-Games, por ser o medalhista de ouro mais jovem da história da competição e o primeiro skatista da história a conseguir realizar o temido 1080 graus (três giros consecutivos) no vertical.

Desta vez, a mais jovem dos X-Games deste ano é a skatista australiana Chloe Covell, com apenas 12 anos e 2 meses, que compete na modalidade street e estará nas finais deste sábado, em Chiba, no Japão.

A equipe brasileira também será representada amanhã na final feminina do park com a catarinense Yndyara Asp, com a dupla Kelvin Hoefler e Lucas Rabelo no street masculino, e no domingo com o trio Rayssa Leal, Pamela Rosa e Gabi Mazetto na final do street feminino.