PUBLICIDADE
Topo

Efeito dominó? Federações procuram CBF e Globo para garantir seus torneios

Marília Ruiz

Tenho 20 anos de jornalismo esportivo: 5 Copas do Mundo, 4 Olimpíadas, muitos Brasileiros, alguns Mundiais e várias Copinhas. Neste blog seguirei fazendo isso: escrevendo sobre futebol. Sem frescura. Sem mimimi. Para versões oficiais dos clubes e atletas, recomendo procurar as assessorias de imprensa.

03/07/2020 11h02

Uma corrida de presidentes de federações estaduais preocupados com o efeito dominó da decisão da Globo rescindir seu contrato de transmissão de carioca "congestionou as linhas" do presidente da CBF e da própria emissora.

Se a Globo mantém, por ora, o discurso de seu comunicado oficial sobre a questão do RJ, a CBF tratou de acalmar os mais histéricos e de "garantir" que os Estaduais estão mantidos no calendário de competições oficiais do país. Um dos argumentos usados foi que são os Estaduais os responsáveis pela classificação para Copas.

Outra "garantia" que foi dada, apesar de alguns Estados terem colocado limite para início de seus torneios, é a de que o calendário 2020 será mantido tal qual programado apesar da pandemia do coronavírus.

"Houve um grande aperto, mas vamos resgatar o calendário completo. Não há nenhuma mudança, cancelamento ou mudança no nosso planejamento", disse ontem, dia do vaivém de notícias sobre os direitos de TV e da rescisão do contrato Globo/FERJ, Walter Feldman, secretário-geral da CBF, em entrevista à Bandnews FM.

A ver.