PUBLICIDADE
Topo

Gabriel Vaquer

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Como a TNT Sports superou a Globo e ajudou o SBT a ter Champions League

Jogadores do Bayern pressionam Neymar, do PSG: SBT e TNT Sports vão exibir torneio nos próximos três anos - Pool/Getty Images
Jogadores do Bayern pressionam Neymar, do PSG: SBT e TNT Sports vão exibir torneio nos próximos três anos Imagem: Pool/Getty Images
Gabriel Vaquer

Gabriel Vaquer cobre mídia esportiva desde 2014. No UOL Esporte, conta detalhes do evento onde seu time joga e onde seu profissional de TV esportiva favorito vai trabalhar.

02/03/2021 13h35

A Warner (TV paga, com a TNT Sports, e streaming) e o SBT (TV aberta) derrotaram a Globo e ganharam o leilão para exibir as próximas três temporadas da Champions League. Mas como foram os bastidores das negociações para a exibição do principal torneio de clubes da Europa até 2024?

A coluna apurou que a Uefa gostou bastante do valor oferecido pela Warner, muito mais alto do que a Globo queria pagar. Pesou a favor da dona da marca TNT Sports todo o lobby que os executivos fizeram nos últimos meses. Além de grandes índices de audiência com partidas já exibidas pelo canal e a cobertura in loco elogiada, o faturamento comercial e o alcance nas redes sociais foram determinantes.

Como a proposta da Globo era por todas as mídias (TV aberta e TV paga), não havia possibilidade do Grupo Gobo levar apenas em TV aberta, por exemplo. A Uefa queria renovar com a Warner pelo alto valor e pelas condições oferecidas. Então, a opção foi estudar e aprovar a proposta do SBT.

A Team, agência que organizou todo o processo, soube do projeto do canal de Silvio Santos para o Esporte e teve referências do trabalho feito na Libertadores. A empresa fazia questão de ter um canal aberto no Brasil para exibir a Champions League porque interpretou que a competição perdeu repercussão no país ao ficar restrita à TV paga e ao Facebook.

Como o SBT tem uma grande abrangência nacional, o objetivo é inflar o número de telespectadores alcançados. A proposta do SBT foi menor do que a Globo pagaria, mas para compensar o valor, a emissora prometeu exibir jogos desde a fase de grupos do torneio, algo que a Globo nunca fez.

Outro ponto importante é que, assim como a Libertadores, parceiros comerciais da Uefa vão conseguir aparecer nos intervalos comerciais das partidas. Quando tinha os direitos até 2018, a Globo cortava propagandas de empresas como a Heineken, algo que sempre foi reclamado pela entidade.

O SBT terá o direito de exibir um jogo por rodada, desde a fase de grupos até a semifinal, e terá a final única com exclusividade em TV aberta. O dia da partida não é fixo. Ou seja, a depender da estratégia e do jogo escolhido em um mata-mata, por exemplo, o SBT pode mostrar confrontos nas tardes de terça e quarta.

O SBT irá exibir 15 jogos do campeonato, o que dá um total de 45 partidas ao final das três temporadas. Como o contrato é válido até 2024, já se sabe que o projeto esportivo do SBT irá além do final de 2022, quando termina o atual acordo de exibição da Libertadores da América.

O anúncio oficial da renovação da TNT Sports e da chegada do SBT deve acontecer durante este mês de março. O contrato passa a valer a partir de agosto, quando começa a edição 2021/2022 da Champions League.