PUBLICIDADE
Topo

Gabriel Vaquer

NOTÍCIA

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Warner usa apoio publicitário como arma por renovação da Champions League

Jogadores do Bayern pressionam Neymar na final da Champions - Pool/Getty Images
Jogadores do Bayern pressionam Neymar na final da Champions Imagem: Pool/Getty Images
Gabriel Vaquer

Gabriel Vaquer cobre mídia esportiva desde 2014. No UOL Esporte, conta detalhes do evento onde seu time joga e onde seu profissional de TV esportiva favorito vai trabalhar.

19/02/2021 04h00

A WarnerMedia vai usar o grande número de anunciantes conquistados com a fase de mata-matas da Liga dos Campeões, que voltou a ser disputada nesta semana, como parte da estratégia de renovação dos direitos do torneio. A licitação para a TV brasileira está aberta até o fim de fevereiro. Ao todo, a Warner vendeu nove cotas, um recorde para o torneio de clubes mais importante do mundo.

A coluna apurou que o grupo norte-americano enviou essas informações para a Team, agência licenciada pela UEFA, como prova de que as transmissões na TNT Sports são bem aceitas pelo mercado. Parte pequena do valor arrecadado com cotas publicitárias pela WarneMedia é repassada para a UEFA no formato de participação.

Claro, Heineken, Hoteis.com, Ipiranga, Lenovo, Nissan, Samsung, Santander e Sporting Bet foram as empresas que compraram as cotas. Os valores da TV por assinatura costumam ser mais baixos que os praticados pela TV aberta, o que facilita as negociações.

A Warner foi a primeira empresa a oficializar interesse no leilão da Liga dos Campeões para o Brasil. A aposta é o trabalho que realiza desde 2015. Para a equipe da, agora, TNT Sports, o alto número de correspondentes internacionais, a exibição de todos os jogos por uma plataforma de streaming (ex-EI Plus, agora Estádio TNT Sports) e o fato de marcar presença nos pacotes básicos da TV paga também contam a favor para a Uefa.

Os números de Ibope da TNT Sports também são consistentes. A fase final da Champions 2019/2020, que aconteceu em Portugal, bateu recordes de audiência. A decisão, vencida pelo Bayern de Munique, marcou 20 pontos na TV paga —o maior número da TV por assinatura brasileira em 30 anos de serviço.

Reticente, a Uefa ainda tem o entendimento que, dentro da TV fechada, o evento ganharia mais repercussão em um canal esportivo com grade totalmente voltada para os jogos. A Warner, detentora da marca TNT Sports, mostra os jogos no canal TNT, que conta também com atrações de entretenimento e longas-metragens.

Além da Warner, Globo, SBT, Disney e o Facebook foram convidados a fazer parte da licitação dos direitos de transmissão da principal competição de clubes do mundo. Se todos os requisitos forem cumpridos, os vencedores serão anunciados no início de março.