PUBLICIDADE
Topo

Fábio Seixas

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Programe-se: GP da Arábia Saudita

Max Verstappen, que pode ser campeão no domingo, no paddock do circuito de Jeddah  - Mark Thompson/Getty Images/Red Bull
Max Verstappen, que pode ser campeão no domingo, no paddock do circuito de Jeddah Imagem: Mark Thompson/Getty Images/Red Bull
Conteúdo exclusivo para assinantes
Fábio Seixas

Fábio Seixas é jornalista com mestrado em Administração Esportiva e passagens por veículos como Folha de S.Paulo, SporTV e TV Globo. Cobriu mais de 170 GPs de F-1, esteve em duas temporadas da Indy e chegou a pilotar um Benetton em Paul Ricard. Voltou para os boxes rebocado.

Colunista do UOL

02/12/2021 13h34

"Segurança" foi a palavra da quinta-feira em Jeddah, na chegada dos pilotos ao circuito que recebe a F-1 pela primeira vez.

Os motivos de preocupação são muitos e estão no post de ontem. Em resumo, o receio está nos possíveis resultados da combinação velocidade elevada e circuito de rua. Na sexta, haverá um ingrediente a mais: a sujeira na pista, resultante de uma obra que ainda acontece.

"Vamos conhecer a pista, acho que vai ser um grande desafio, mas estou preocupado com a velocidade", disse Damon Hill, campeão em 1996 e hoje comentarista. "Não há muitas áreas de escape, será uma corrida de alto risco".

Chefe da Red Bull, Christian Horner descreveu o traçado como "Suzuka com muros". O vídeo abaixo, que mostra a construção do circuito em apenas 8 meses, dá uma ideia do que os pilotos terão pela frente.

From April to December?, this is the story of how the world's longest and fastest street circuit came to be built in record-breaking fashion.
Now, we are ready to race!#?????_???????? #OvertakeTheFuture

pic.twitter.com/fGh7m48b0t

-- F1 stc Saudi Arabian GP (@SaudiArabianGP) December 1, 2021

A FIA saiu em defesa da nova pista. Diretor de corridas da entidade, Michael Masi afirmou que Jeddah atende às "mais altas exigências de segurança".

Quem também falou foi o projetista do circuito. E aqui vai uma curiosidade: trata-se de Carsten Tilke, filho de Hermannn, o arquiteto alemão que se tornou queridinho da F-1 na virada do século e que desenhou autódromos como Sepang, Bahrein, Xangai e Istambul.

"Ninguém expressou nenhuma preocupação diretamente para mim. Fizemos todo o trabalho em parceria com a FIA e contamos com toda a nossa experiência", declarou.

"Queríamos fazer um circuito desafiador, emocionante. É isso que as pessoas buscam. A FIA checou tudo, fez todos os testes de segurança", completou o alemão, que além de engenheiro é piloto de GT _seu maior feito foi vencer as 24 Horas de Dubai de 2009.

piusta - Aston Martin - Aston Martin
Trecho da pista de Jeddah, que estreia na F-1
Imagem: Aston Martin

Para amenizar os impactos contra os muros, o circuito foi cercado por barreiras com o conceito SAFER, conhecido por ter sido usado pela primeira vez nas 500 Milhas de Indianápolis. Essa solução já foi usada em outra pista de rua com altas velocidades: Baku.

Mas, é claro, a disputa pelo título também esteve na pauta do dia.

Na entrevista coletiva oficial, Hamilton disse estar "mais relaxado do que nunca".

"Não é minha primeira vez nessa situação. Lembro do meu primeiro título, do segundo, do terceiro, das noites sem dormir, das dúvidas. Agora eu sei que fiz tudo o que eu podia, que estou me aplicando ao máximo, que não posso mudar o que já foi. Sei que me preparei 100% para o que vem à frente", declarou o heptacampeão.

Verstappen, que pode ser campeão no domingo, comentou: "É natural que ele esteja mais preparado agora do que quando disputou os primeiros títulos. É uma evolução normal. Eu também sou melhor piloto agora do que quando estreei na F-1. Acho que isso não faz muita diferença agora. Vou tentar curtir essas duas corridas e manter o foco. Tenho que aprender esta pista desde o primeiro treino".

São quatro os cenários que darão o título ao holandês em Jeddah:

  • Vence com melhor volta e Hamilton é no máximo sexto
  • Vence e Hamilton é no máximo sétimo
  • Segundo colocado com melhor volta e Hamilton é no máximo décimo
  • Segundo colocado e Hamilton não pontua

Será? Eu acho que a decisão fica para Abu Dhabi.

Vamos à programação do GP da Arábia Saudita, no traço fino do Pilotoons...

gparabia - Pilotoons - Pilotoons
Programação do GP da Arábia Saudita
Imagem: Pilotoons