Allan Simon

Allan Simon

Siga nas redes
ReportagemEsporte

Camisas de times de várzea enviadas para a TV Globo vão a exposição em SP

O telejornal "Bom Dia São Paulo", da TV Globo, recebeu ao longo de 2023 mais de 100 uniformes de times de várzea que eram exibidos às sextas-feiras no programa. Parte dessa coleção agora vai ser tema de uma exposição no Museu do Futebol e também no Metrô de São Paulo.

O Museu do Futebol vai receber 30 peças selecionadas para a exposição que acontecerá neste fim de semana, dias 9 e 10 de dezembro. A ocupação batizada de "As Camisas que a Várzea Veste: do Bom Dia São Paulo ao Museu do Futebol" será realizada no foyer do museu, que fica no estádio do Pacaembu, com acesso gratuito das 9h às 17h.

"Tudo aconteceu muito rápido. A gente abriu espaço para que as pessoas nos enviassem fotos vestindo as camisas de seus times de várzea. Logo em seguida, já houve quem perguntasse qual era nosso endereço para mandar a camisa e, de repente, estavam chegando dezenas delas na TV. Foi incrível!", disse o jornalista Alessandro Jodar, que comanda o bloco esportivo do "Bom Dia São Paulo" e começou a brincadeira com o apresentador Rodrigo Bocardi.

"A gente sempre reforça que o Bom Dia SP é feito por quem assiste. E a galera do futebol de várzea, aquele futebol que é pura paixão pelo esporte, pegou na hora. A turma participa com camisa, cartas, fotos. É uma satisfação imensa receber tudo isso. Em meio a tantas notícias cotidianas, esse é um espaço de cultura de bairro, de mostrar como as pessoas estão se divertindo e confraternizando nos campos de futebol por aí. É muito lindo", afirmou Bocardi.

A própria exposição foi uma ideia que surgiu a partir da interação com telespectadores pela internet. O público indicou inclusive o local para a mostra. "Foi como ser convocado para a seleção, como se o público nos colocasse em campo para buscar essa grande conquista de ver a várzea mostrar sua força no Museu do Futebol", conta Jodar.

Cartas recebidas pela TV Globo em São Paulo juntas com os uniformes que eram enviados pelos times de várzea pediam para que os apresentadores dissessem no ar os nomes dos bairros que aquelas equipes representavam. "Tem sido lindo acompanhar essa paixão das pessoas pelo time do bairro, dos amigos ou até mesmo da família. Dá para ver que é tudo feito na base do amor, do carinho e do sentimento de confraternização. É uma aula da várzea para muitos times profissionais, disse Bocardi.

No Museu do Futebol, as 30 camisas foram divididas em sete temas: "Os Brabos", "As Minas", "Os Zoeiros", "De Todo o Canto", "Sem Igual", "Todas as Cores" e "Histórico", representando diversas regiões da cidade, times masculinos, femininos, equipes que representam a comunidade LGBTQIAP+, e a própria variedade estética dos uniformes.

A exposição no Metrô vai durar mais tempo e ficará disponível até o dia 14 de janeiro durante todo o horário de funcionamento da operação, entre 4h40 e 0h. 19 dos mais tradicionais times de várzea terão suas camisas colocadas à mostra no Espaço Cultural da estação Corinthians-Itaquera, na Linha 3-Vermelha.

Reportagem

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes