Allan Simon

Allan Simon

Siga nas redes
OpiniãoEsporte

SBT faz lição de casa com renovação da Champions e garante futebol até 2027

A renovação dos direitos de transmissão da Champions League por mais três temporadas foi uma lição de casa feita com sucesso pelo SBT em termos de sobrevivência esportiva. A emissora de Silvio Santos finalmente conseguiu um acordo para continuar exibindo no ciclo entre as temporadas 2024/25 e 2026/27 os jogos da principal competição de clubes do futebol europeu, como informou inicialmente o site "NaTelinha" e confirmou a coluna.

A concorrência promovida pela agência Team estava com o resultado emperrado há meses justamente porque havia uma dúvida relacionada à permanência da TV aberta no torneio. Já se sabia nos bastidores há tempos que a Warner Bros. Discovery, dona da TNT Sports, tinha conseguido a renovação por três temporadas com total exclusividade.

O problema é que essa exclusividade deixaria a mídia mais democrática para se ver futebol, a TV aberta, fora da Champions League, como já tinha ocorrido no ciclo entre as temporadas 2018/19 e 2020/21, quando o Facebook levou os direitos de transmissão em plataforma gratuita na internet após a saída da TV Globo (e da Band, sua parceira).

Isso desagradava os patrocinadores da Uefa, que queriam a exposição maior da TV aberta, mesmo que muitos jogos do SBT fiquem na casa dos 3 ou 4 pontos na fase de grupos em São Paulo, o que representa hoje entre 620 mil e 826 mil espectadores só na região metropolitana da capital paulista. Uma audiência importantíssima.

Esse modelo da licitação vencida pela TNT Sports também deixaria o SBT apenas com a Copa Sul-Americana como produto fixo de futebol na grade. O torneio continental garante 15 datas por ano, não dá direito à chamada "divisão de praças" (quando uma rede se divide e transmite jogos diferentes no mesmo horário de acordo com a região do país), e é muito espalhado entre abril e outubro/novembro, a depender do calendário da Conmebol.

A emissora de Silvio Santos contratou recentemente Cleber Machado com pompa para narrar jogos das duas competições de seu portfólio, além de apresentar o programa esportivo semanal "Arena SBT". Tem agora três narradores, com a equipe contando ainda com Téo José e Luiz Alano. Se hoje já há dificuldade para rodar a equipe, já que Cleber tem narrado os jogos da Champions após o fim da Sul-Americana, imagine sem a competição europeia.

A renovação da Champions garante que o projeto de futebol do SBT, se cumprido todo o próximo contrato, vai completar sete anos em rede nacional, desde a transmissão da final do Carioca de 2020 entre Flamengo e Fluminense, ou ainda nove anos em termos de Nordeste, desde a aquisição da Copa do Nordeste em 2018.

Quando o SBT comprou a Libertadores, na esteira da rescisão da Globo no meio da pandemia, em 2020, já era surpreendente ver que o canal voltava com tudo ao futebol e com compromisso de manter esse projeto até 2022. A compra da Champions League, meses depois, para o período entre temporadas 2021/22 e 2023/24, ampliava essa sensação.

Mesmo com a derrota na tentativa de renovar a Libertadores no ano passado, em licitação vencida pela TV Globo, o SBT conseguiu os direitos da Copa Sul-Americana e ampliou o seu "relógio" para 2026. Com a Champions, agora, o futebol está garantido em tese até o meio de 2027. E com um formato renovado, com mais rodadas na primeira fase, tendência a uma incidência maior de jogos entre times que chamem atenção da audiência.

Continua após a publicidade

O desafio de SBT e TNT Sports, porém, vai ser voltar a criar uma sensação de interesse coletivo na Champions, bastante abalada pela saída de nomes como Cristiano Ronaldo, Messi e Neymar nos últimos anos. Com uma nova geração já presente e candidata a ocupar esses espaços, e nomes brasileiros vindo por aí, como Endrick e Vitor Roque, a esperança existe e não é pequena.

Opinião

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes