PUBLICIDADE
Topo

Caso Floyd: Técnico na NBA, Popovich diz que Trump é 'idiota insano'

Gregg Popovich, técnico do San Antonio Spurs - William Abate/EFE
Gregg Popovich, técnico do San Antonio Spurs Imagem: William Abate/EFE

Do UOL, em São Paulo

01/06/2020 19h19

O técnico Gregg Popovich, do San Antonio Spurs, criticou o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em meio aos protestos no país pela morte de George Floyd, homem negro desarmado que foi morto por um policial branco na semana passada.

"Ele [Trump] não é apenas um divisor. Ele é um destruidor. Estar na presença dele faz você morrer. Ele o comerá vivo para seus próprios propósitos. Estou chocado que tenhamos um líder que não possa dizer 'vidas negras são importantes'. É por isso que ele se esconde no porão da Casa Branca. Ele é um covarde. Ele cria uma situação e foge como um estudante do ensino fundamental. Na verdade, acho melhor ignorá-lo. Não há nada que ele possa fazer para melhorar isso por causa de quem ele é: um idiota insano", disse Popovich à revista The Nation.

Segundo o técnico, o interesse próprio de Trump o torna incapaz de agir para um bem maior. Após a morte de Floyd, a cidade de Mineápolis, onde ocorreu o crime, teve protestos violentos, e o presidente dos EUA ameaçou dar uma resposta aos manifestantes com força letal.

"Se Trump tivesse um cérebro, ele sairia e diria algo para unir as pessoas, mas ele não se importa em aproximar as pessoas. Mesmo agora. É assim que ele é insano. É tudo sobre ele. É sobre o que o beneficia pessoalmente. Nunca é sobre o bem maior. E é isso que ele sempre foi", declarou Popovich.

"O que me impressiona é que todos nós vemos essa violência policial e racismo e já vimos tudo isso antes, mas nada muda. É por isso que esses protestos têm sido tão explosivos. Mas sem liderança e entendimento de qual é o problema, nunca haverá mudanças. E os americanos brancos evitaram considerar esse problema, porque é nosso privilégio poder evitá-lo. Isso também tem que mudar", finalizou o treinador.

Basquete