Topo

Basquete


Drake se solidariza com Durant e escapa de crítica feita a fãs dos Raptors

Drake demonstra apoio a Kevin Durant - Kyle Terada/USA TODAY Sports
Drake demonstra apoio a Kevin Durant Imagem: Kyle Terada/USA TODAY Sports

Do UOL, em São Paulo

11/06/2019 11h23

Personagem que tem se notabilizado nas finais da NBA por provocar os jogadores do Golden State Warriors, o cantor Drake deu um tempo na irreverência como torcedor do Toronto Raptors e se solidarizou de imediato com a lesão de Kevin Durant no duelo da última segunda-feira.

Quando Durant passava na sua frente para deixar a quadra, Drake foi flagrado por câmeras mostrando toda a sua consternação pela situação e demonstrando apoio ao jogador. Vale lembrar que os dois já tiveram problemas em outras partidas em Toronto.

Mais tarde, após a vitória dos Warriors por 106 a 105 que prolongou a série final da NBA, o cantor escreveu uma mensagem a Durant no Instagram. "Foi difícil para qualquer um de nós até mesmo aproveitar esse jogo depois de ver essa cena. Orando por nosso irmão. Essa é a minha única preocupação esta noite, o seu bem estar. 'O jogo precisa de mim' é um eufemismo quando se trata do (número) 35. Por favor, deseje o melhor para este verdadeiro guerreiro", escreveu.

A atitude desde o momento da lesão fez com que Drake escapasse de uma série de críticas recebidas por parte dos fãs dos Raptors que estavam presentes no ginásio. Quando Durant caiu lesionado, a transmissão captou uma aparente euforia dos torcedores com a situação do jogador, que fazia a sua estreia na série depois de perder os outros quatro primeiros jogos por outra contusão.

Quando perceberam a gravidade da lesão, e atendendo a pedidos de Serge Ibaka e Kyle Lowry, os torcedores mudaram de postura e passaram a aplaudir Durant enquanto ele era carregado para fora de quadra. Mesmo assim, houve críticas ao comportamento.

"Por que estão comemorando sua lesão? Vamos lá #Repugnante", escreveu Joel Embiid, jogador do Philadelphia 76ers, pelo Twitter.

Já DeMarcus Cousins, que viu a reação dos torcedores dos Raptors antes de entrar em quadra em substituição a Durant, foi mais forte no comentário. "(Comportamento) lixo, olham para nós como superestrelas, não como humanos, disse".

Draymond Green também reclamou. "Isso é louco, isso é louco. Isso é falta de classe. Eu sempre vi os canadenses sendo as pessoas mais legais que eu já conheci", disse.

Posteriormente, os Warriors confirmaram que a lesão ocorreu no tendão de Aquiles de Durant. Exames vão determinar a gravidade, mas o jogador está fora do restante da final. Com vantagem de 3 a 2 para os Raptors, as franquias voltam a se enfrentar nesta quinta-feira, na Califórnia. Se necessário, o jogo 7 será em Toronto, no domingo.

Basquete