PUBLICIDADE
Topo

Basquete

LeBron James diz que Donald Trump usa o esporte para dividir os EUA

LeBron James dá entrevista em meio a finais da NBA - Kelley L. Cox/USA Today Sports
LeBron James dá entrevista em meio a finais da NBA Imagem: Kelley L. Cox/USA Today Sports

Do UOL, em São Paulo

31/07/2018 11h54

Conhecido desafeto de Donald Trump, LeBron James fez novas críticas ao presidente dos EUA. Para o ala, que recentemente acertou com o Los Angeles Lakers, o republicano está usando o esporte para dividir o país.

"O que tenho notado nos últimos meses, e que ele está usando o esporte para nos dividir, e isso é algo que eu não consigo relacionar", afirmou em entrevista à emissora CNN na última segunda-feira (31).

Nascido em Akron, cidade localizada em Ohio, LeBron disse que o basquete fez ele conhecer pessoas de ascendência europeia. "Eu tive a oportunidade de ver os brancos e aprender sobre eles, e eles tiveram a oportunidade de aprender sobre mim ... E eu fiquei tipo 'Oh uau, isso é tudo por causa do esporte'."

Perguntado sobre o que diria a Trump caso tivesse a oportunidade de conversar com o presidente dos EUA, o ala de 33 anos respondeu de maneira contundente. "Eu nunca me sentaria na frente dele."

O jogador, eleito MVP da NBA em quatro ocasiões, disse que se inspira em Muhammad Ali e Martin Luther King para enfrentar o racismo nos EUA. "Eles sempre usaram isso para dizer 'OK, isso ainda me dá mais motivação, isso é uma maneira de eu ser ainda mais poderoso.' E - e eles são a razão pela qual estamos aqui hoje ".

Basquete