PUBLICIDADE
Topo

Basquete

Bulls suspendem ala por oito jogos após agressão que pôs colega no hospital

Mirotic e Portis, dos Bulls, se desentenderam em treino - Jonathan Daniel/Getty Images
Mirotic e Portis, dos Bulls, se desentenderam em treino Imagem: Jonathan Daniel/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

18/10/2017 15h29

O ala-pivô Bobby Portis, do Chicago Bulls, foi suspenso por oito jogos pela franquia nesta quarta-feira (18) após brigar com o colega Nikola Mirotic na última terça-feira (17). A equipe comunicou o afastamento por meio de um comunicado em seu site oficial, no qual confirma a confusão no treino que acabou com a hospitalização de Mirotic. Portis ficará fora apenas dos jogos, treinando com o time neste período.

Mirotic sofreu fraturas no maxilar, além de uma concussão, após a troca de socos com o colega. Ele ficará em recuperação de quatro a seis semanas, porém terá que ser aprovado no protocolo de concussão exigido para todos os atletas da NBA que sofrem uma contusão cerebral.

"Bobby Portis não é uma má pessoa. É um bom garoto, mas ele cometeu um erro", analisou John Paxson, gerente geral dos Bulls. "Temos que apoiar nossos jogadores e nós iremos apoiá-los."

A princípio, os Bulls haviam dito que Mirotic ficaria fora por tempo indeterminado, mas estabeleceram nesta quarta uma previsão para o retorno do jogador. Ele precisará passar por cirurgia para reparar os danos da briga com Portis.

Jogador da mesma posição que Portis, Mirotic foi mais aproveitado pelo técnico Fred Hoiberg na última temporada, com médias de 24 minutos, 10,6 pontos e 5,5 rebotes, contra 15,6 minutos, 6,8  pontos e 4,6 rebotes de Portis.

O Chicago Bulls tem um dos cinco brasileiros da NBA: o pivô Cristiano Felicio. Ao mesmo tempo, no entanto, é apontado como um dos candidatos a pior time da temporada da NBA, 

Basquete