PUBLICIDADE
Topo

Basquete


Magnano deixa para trás derrota para a Argentina na Olimpíada: "Não adianta ficar batendo nisso"

Rubén Magnano comanda a seleção masculina nos Jogos Olímpicos de Londres 2012 - AFP PHOTO / MARK RALSTON
Rubén Magnano comanda a seleção masculina nos Jogos Olímpicos de Londres 2012 Imagem: AFP PHOTO / MARK RALSTON

Do UOL, em São Paulo

04/11/2012 06h00

A seleção brasileira masculina de basquete foi eliminada pela Argentina nas quartas de final da Olimpíada deste ano. Técnico do Brasil, Rubén Magnano afirmou que não esqueceu a derrota, mas disse que não adianta mais sofrer com ela.

"Tanto nas derrotas quanto nas vitórias, não posso ficar flagelando com elas. Temos de ter a capacidade de olhar para frente. Não adianta ficar batendo nisso. Sim, acho que temos que avaliar e aprender com uma derrota, o que deveria ter melhorado. São situações do esporte, por isso não tem que magnificar as coisas", disse Magnano, em entrevista à ESPN.

"O Brasil ficou com uma boa imagem, na quinta colocação. Em Jogos Olímpicos, não é pouca coisa. Só que é muito importante avaliar que aceitamos muito pouco a derrota e não tudo o que fizemos. As pessoas ficam olhando a derrota e não tudo o que o Brasil conseguiu nos últimos anos, infelizmente", completou.

Mesmo com a derrota, o treinador argentino da seleção brasileira comemorou o fato do basquete ter novamente prestígio entre os apreciadores da modalidade no país.

"Quando ando nas ruas, acho que é tudo o contrário: (as pessoas) têm gratidão, dão ‘parabéns’, a imagem da equipe foi muita boa, está no caminho certo", declarou o técnico. 

Basquete