PUBLICIDADE
Topo
Desigualdade

Desigualdade

UOL EdTech, PUC-RS e G10 Favelas se unem em ação contra a fome

Entrega de cestas básicas arrecadadas em campanha do UOL EdTech e PUC-RS  - Reprodução/Instagram-@pucrs
Entrega de cestas básicas arrecadadas em campanha do UOL EdTech e PUC-RS Imagem: Reprodução/Instagram-@pucrs

De Ecoa, em São Paulo (SP)

31/10/2021 06h00

Durante a pandemia, o brasileiro mostrou que o país pode ser uma potência em doações. Ajudar o próximo nesse momento de crise sanitária e de fome foi o que moveu milhares de pessoas e arrecadou mais de sete bilhões em dinheiro, além das 557 campanhas diretas de ajuda. Uma delas foi movida pelo UOL EdTech e a Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com o apoio do G10 Favela.

Juntas, a empresa de tecnologia para educação do UOL e a PUCRS realizaram a doação, no último dia 21 de outubro, de centenas de cestas básicas para as comunidades que contam com o apoio do bloco do G10 Favelas. As cestas incluem alimentos não-perecíveis, como arroz, feijão, macarrão, extrato de tomate, café, entre outros itens.

A ação é resultado da campanha 'Matrícula Solidária', que ocorreu entre os dias 25 e 31 de agosto de 2021. Nela, a cada nova matrícula num curso de Pós-graduação ou MBA do PUCRS Online, uma cesta básica era doada.

A solidariedade é um valor presente em tudo o que o nos propusemos a realizar, está no centro da nossa missão, assim como o compromisso de participar da criação de uma sociedade mais justa e fraterna.

Ir. Evilázio Teixeira, reitor da PUCRS

De acordo com o IBGE, cerca de 84,9 milhões de brasileiros, número que corresponde a 41% da população, vivem em insegurança alimentar ou convivem com fome e essa situação foi agravada durante a pandemia. Cenas revirando lixo para encontrar comida ou na fila para comprar ossos de açougue foram comuns nos últimos meses. Tudo isso enquanto o Governo Federal não criou seu novo projeto social denominado Renda Brasil e pagou a última parcela do auxílio emergencial.

Nesse cenário, as doações se tornam ainda mais necessárias. "Nessa ação de solidariedade atendemos centenas de famílias em situação de vulnerabilidade alimentar. Trata-se de um grande gesto de amor, solidariedade e respeito ao Brasil", afirma Gilson Rodrigues, líder comunitário e presidente do G10 Favelas.

De acordo com Alex Augusto, CEO do UOL EdTech, a parceria com o G10 Favelas pode não parar por aqui. "Estamos muito animados em desenvolver essa ação. E o UOL EdTech acredita no desenvolvimento do país por meio da educação. Temos o objetivo de continuar apoiando o trabalho realizado pelo G10 em outras iniciativas voltadas para educação", comenta.

Você também pode contribuir com o G10 Favelas clicando aqui e fazendo sua doação!

Desigualdade