PUBLICIDADE
Topo

Testes e lançamentos


Novo Tracker: GM confirma SUV compacto nacional com estreia no 1º trimestre

Nova geração do Tracker foi flagrada sem camuflagens rodando no Brasil; SUV hoje é importado do México e será feito no Brasil - Vitor Matsubara/UOL
Nova geração do Tracker foi flagrada sem camuflagens rodando no Brasil; SUV hoje é importado do México e será feito no Brasil Imagem: Vitor Matsubara/UOL

Alessandro Reis

Do UOL, em São Paulo (SP)

27/01/2020 15h34

A General Motors confirmou, por meio de release divulgado hoje, que vai lançar no Brasil até o fim do primeiro trimestre "o primeiro SUV compacto da Chevrolet produzido no Brasil", conforme declaração de Carlos Zarlenga, presidente da GM América do Sul.

A montadora não confirma oficialmente qual será esse utilitário esportivo. No entanto, considerando o grande número de unidades de teste flagradas rodando nos últimos meses, inclusive sem camuflagem, o SUV que está prestes a chegar deve ser a nova geração do Tracker.

A GM informa que o lançamento será produzido na fábrica de São Caetano do Sul, no ABC paulista, que está passando por processo de renovação para lançar "um modelo de veículo inédito da empresa no País". De lá, deverá ser exportado para outros mercados.

As instalações de São Caetano completam 90 anos de atividade no Brasil este ano e o aniversário será comemorado com a unidade "totalmente renovada". Como a General Motors montou o primeiro veículo Chevrolet em um galpão no bairro paulistano do Ipiranga em 1925, em 2020 a companhia completa 95 anos de presença em solo brasileiro.

Motores turbo flex 1.0 e 1.2

Novo Tracker foi projetado na China, da mesma forma que a segunda geração do Onix e o sedã Onix Plus - Vitor Matsubara/UOL
Novo Tracker foi projetado na China, da mesma forma que a segunda geração do Onix e o sedã Onix Plus
Imagem: Vitor Matsubara/UOL

A geração atual do Tracker é importada do México, equipada com o mesmo motor 1.4 turbo flex de 153 cv e 24,5 kgmf de torque que equipa o Cruze. Mede 4,26 m de comprimento, 1,78 m de largura e 2,55 m de distância entre-eixos, enquanto o porta-malas tem capacidade para 306 litros. O preço inicial é de R$ 94.990.

Já o novo Tracker virá equipado nas versões de entrada e intermediária com o mesmo motor 1.0 turbo flex que estreou no Onix e no Onix Plus, que rende na dupla 116 cv e 16,8 kgfm, acoplado à transmissão automática de seis marchas.

A configuração topo de linha Premier, por sua vez, deverá ser equipada com propulsor 1.2 turbo, que também vai aceitar gasolina ou etanol e equipa o Onix Plus vendido no México - lá, o sedã compacto rende, com esse motor, 131,8 cv e 19,5 kgfm, abastecido exclusivamente com gasolina e também gerenciado pelo câmbio automático de seis velocidades.

As duas opções de motorização deverão seguir com injeção indireta de combustível, repetindo a estratégia adotada para Onix e Onix Plus.

4G e mais espaço interno

A nova geração do SUV compacto foi desenvolvida na China, da mesma forma que a dupla Onix e Onix Plus, e mede 4,27 metros de comprimento, 1,79 m de largura e 2,57 m de entre-eixos. A capacidade do porta-malas também cresceu: é de 390 litros.

Pelas fotos de protótipos de testes e considerando o Tracker vendido na China, o lançamento terá cabine bastante parecida com a do Onix, com direito a central multimídia com internet 4G dedicada e roteador Wi-Fi integrado.

O SUV também deverá oferecer itens disponíveis no hatch e no sedã compactos, como sistema de estacionamento semiautônomo, sensor de ponto cego e ar-condicionado digital.

Viu um carro camuflado ou em fase de testes? Mande para o nosso Instagram e veja sua foto ou vídeo publicados por UOL Carros! Você também pode ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito participando do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros.

Chevrolet Tracker é lançado na China

Testes e lançamentos