PUBLICIDADE
Topo

Ford pode usar plataforma de VW em mini SUV elétrico do Mustang; marca nega

Do UOL, em São Paulo (SP)

29/12/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Acordo com VW permite uso de plataforma MEB para futuros modelos da Ford
  • Ford confirma novos projetos, mas nega que carro será "mini Mustang Mach-E"
  • Modelos elétricos da marca americana seriam lançados no mercado europeu

A Ford estaria cogitando o lançamento de um novo SUV baseado no Mustang Mach-E e com plataforma Volkswagen.

A base originalmente desenvolvida pela VW se chama MEB e foi cedida à Ford como parte de uma aliança firmada entre as fabricantes. O acordo prevê cooperações em outras áreas e projetos, incluindo o desenvolvimento das novas gerações de Ford Ranger e VW Amarok.

Segundo a revista "Auto Express", o Mustang realmente pode se tornar o ponto de partida para novos SUVs.

"A influência do Mustang não estava em consideração até o lançamento do carro (Mach-E). A partir disso, porém, foi uma decisão tomada rapidamente e estamos muito empolgados com o que isso pode resultar em nossa linha de carros elétricos. Até porque nós já estamos discutindo sobre uma possível expansão, que pode dar origem a uma nova família de produtos", admitiu o chefe de design da Ford Europa, Murat Gueler, à publicação.

Ford Mustang Mach-E 1 - Divulgação - Divulgação
Design é inspirado no Mustang, mas tem elementos que o diferenciam do cupê
Imagem: Divulgação

Procurada pela reportagem do site "Autoblog", a assessoria de imprensa da Ford afirmou que "não existem planos de lançar um Mustang elétrico baseado na plataforma MEB da Volkswagen". A empresa, porém, reiterou que "permanece desenvolvendo um carro 100% elétrico feito sobre a base MEB e estamos considerando lançar um segundo modelo para nossos clientes europeus".

Sem capô longo, mas com autonomia grande

Seja como for, a Ford realmente planeja lançar veículos elétricos compactos após firmar o acordo com o Grupo Volkswagen. Ainda de acordo com a revista, engenheiros e executivos da Ford teriam até se reunido com os mesmos profissionais da Volkswagen para entender como a nova plataforma MEB - que já é empregada no compacto ID.3 - poderia se adaptar às necessidades da Ford.

Ford Mustang Mach-E 2 - Divulgação - Divulgação
Seção inferior da carroceria emula os traços do Mustang cupê
Imagem: Divulgação

Alguns detalhes realmente precisam ser planejados com cuidado pela marca americana. Um dos detalhes do projeto está na distância entre o para-brisa e o capô. Trata-se de um recurso para encaixar o head up display de realidade aumentada dos carros da Volkswagen entre o volante e a base do painel. Isso, porém, fez com que o capô ficasse bem mais curto, o que dificultaria o trabalho dos designers da Ford na criação de um carro com as linhas de um Mustang - como uma versão "encurtada" do Mach-E, por exemplo.

"É fundamental que a gente consiga trabalhar com muita flexibilidade, e é importante ter o nível de diferenciação e o desempenho que todos esperam de um Ford. E muitas dessas coisas foram tratadas durante a negociação com a Volkswagen. No geral, os parâmetros apresentados são suficientes para fazermos um ótimo (carro) Ford", assegurou Ted Cannis, diretor global de eletrificação da Ford e um dos "pais" do Mach-E.

A "Auto Express" afirma que a plataforma MEB pode suportar projetos de tração traseira e integral, e é provável que a Ford ofereça ambas as configurações. Estima-se que um "mini Mustang Mach-E" teria mais de 300 cv e autonomia superior a 480 quilômetros, justamente como o SUV elétrico revelado pela empresa em Los Angeles.