Topo

Cultura do carro


Citroën: DS, 2CV e outros carros icônicos nos 100 anos da marca francesa

Benê Gomes e Diego Dias

Do Auto+, em São Paulo (SP)

28/07/2019 07h00

Marca muito lembrada pelo arrojo visual dos seus carros e pelas muitas inovações tecnológicas, a francesa Citroën completa cem anos de história em 2019.

Motivo mais do que justo para promover muita festa na França e no Brasil também, onde a marca aproveitou a comemoração para lançar uma série especial, disponibilizada para quatro modelos vendidos no país.

Fundada em 1919 por André Citroën, a fabricante lançou seu primeiro carro logo após o término da Primeira Guerra Mundial. Já no ano de estreia, o Type A fez sucesso: vendeu 10 mil unidades, volume expressivo para a época. Tinha motor 1.3 de apenas 10 cv.

Se o Type A foi o pioneiro, dois modelos da Citroën foram essenciais para consolidar a marca: o acessível 2CV e o inovador DS.

Robusto e de concepção simples, o 2CV pode ser considerado o "Fusca francês". Lançado em 1948, pesava apenas 500 kg, tinha desenho simpático e trazia motor de 375 cm³, que gerava 9 cv. Mais de 3,8 milhões de unidades foram fabricadas de 1948 a 1990.

Já o DS surgiu no Salão de Paris em 1955, exibindo desenho marcante e aerodinâmico, que lembrava um disco voador. Mas o DS não se destaca só pelo visual: também trouxe tecnologias então inovadoras, como direção hidráulica, freios a disco e suspensão hidropneumática, com três regulagens de altura.

O programa Auto+ é exibido nas noites de sábado pela "RedeTV!", sempre às 19h, dentro da superfaixa esportiva da emissora (que já conta com atrações como os campeonatos italiano e inglês de futebol e as corridas da Nascar).

Cultura do carro