PUBLICIDADE
Topo

Infomoto

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Estrada Velha de Santos é reaberta para passeios de moto; saiba como rodar

Motociclistas agora podem percorrer o trecho de serra da SP-148 que estava fechado para veículos desde 1985 - Divulgação
Motociclistas agora podem percorrer o trecho de serra da SP-148 que estava fechado para veículos desde 1985 Imagem: Divulgação
Conteúdo exclusivo para assinantes
Arthur Caldeira

Arthur Caldeira, jornalista e motociclista (necessariamente nessa ordem) fundador da Agência INFOMOTO. Mesmo cansado de ouvir que é "louco", anda de moto todos os dias no caótico trânsito de São Paulo.

Colunista do UOL

09/10/2021 04h00

As curvas da Estrada de Santos, imortalizadas na famosa canção de Roberto Carlos, agora podem ser percorridas de moto. A rodovia SP-148, também conhecida como Estrada Velha de Santos, estava fechada para o trânsito de veículos desde 1985, mas agora reabriu para motociclistas.

A partir de agora, será possível subir o trecho de serra entre Cubatão e São Bernardo do Campo de moto. O novo roteiro é fruto da parceria entre MotorRoad, startup que cria experiências para motociclistas, e a Parquetur, empresa que tem a concessão do Parque Caminhos do Mar, por onde passa a rodovia, desde junho passado.

O passeio tem nove quilômetros de extensão e inúmeras curvas, além de belas vistas da exuberante natureza da Serra do Mar e outros monumentos históricos que podem ser visitados pelo caminho, como o Padrão do Lorena, o Rancho da Maioridade e o Pouso de Paranapiacaba.

Como é rodar na Estrada de Santos

No último dia 27 de setembro, a MotorRoad fez o primeiro passeio pela Estrada Velha de Santos, reservado a convidados e imprensa, incluindo este que vos escreve. Além do prazer de andar de moto na famosa rodovia, foi uma oportunidade de viajar no tempo.

Não apenas pelos monumentos históricos, mas também porque cresci em São Bernardo e me recordo de diversos passeios a pé com meus pais pela serra até o Pouso de Paranapiacaba, quando ainda era criança.

Yamaha Tracer na Estrada Velha de Santos - Divulgação - Divulgação
Percorri os 9 quilômetros da Estrada Velha de Santos ao guidão da Yamaha Tracer 900 GT
Imagem: Divulgação
Embora já tivesse descido a serra a pé, nunca havia pilotado uma moto na primeira via pavimentada em concreto da América Latina - tive o prazer de fazê-lo ao guidão da Yamaha Tracer 900 GT.

Com velocidade limitada a 30 km/h no Parque Estadual, para não assustar os animais, o roteiro pelo Caminho do Mar é mais de contemplação do que de emoção. Afinal, a geometria da via e as curvas fechadas não permitem desenvolver altas velocidades, além de não ser permitido.

O barato é mesmo rodar devagarinho, apreciando a paisagem e fazendo paradas para conhecer as atrações turísticas pelo caminho. Apesar do visual colonial, os monumentos foram construídos em 1922, a pedido do então governador do Estado de São Paulo, Washington Luiz.

Padrão Lorena - Arthur Caldeira/Infomoto - Arthur Caldeira/Infomoto
Padrão do Lorena é uma das atrações históricas no Caminho do Mar
Imagem: Arthur Caldeira/Infomoto

Para quem vem do litoral, o primeiro é o Padrão do Lorena, que marca o encontro entre o Caminho do Mar e a Calçada do Lorena. O caminho em ziguezague data de 1792 e era trafegado por mulas, em grande parte para escoamento da produção de açúcar do interior paulista. Nesse ponto, em frente ao Padrão do Lorena, há um trecho que foi preservado com macadame, tipo de pavimento formado por diversas camadas de pedra.

Algumas curvas acima, há o Rancho da Maioridade, edifício monumento que servia de descanso aos turistas que percorriam o Caminho do Mar. No local, havia uma bica para abastecer com água os radiadores e para as pessoas beberem. Inicialmente abrigava uma garagem, oficina para consertos de automóveis e acomodação para eventual pernoite.

curva do uau - Arthur Caldeira/Infomoto - Arthur Caldeira/Infomoto
Com muitas curvas e guard rail baixo, o limiite de velocidade é limitado 30 km/h
Imagem: Arthur Caldeira/Infomoto

Antes de chegar ao Pouso de Paranapiacaba, já quase no topo da serra, pare no mirante da "Curva do Uau". Pelo nome, já se pode imaginar a bela vista de toda a Serra do Mar e da baixada santista que se tem do local.

O tal Pouso do Paranapiacaba, que eu sempre chamei de casa de pedra, quando criança, tem esse nome que vem do Tupi e quer dizer "Lugar do qual se vê o mar". Em dias limpos e sem neblina (situação difícil de se encontrar na serra), realmente dá para se ver o mar, bem longe. Também era usado como parada para os carros descansarem após a subida ou se prepararem para a descida.

Uma vez por mês

Para poder percorrer a Estrada Velha de Santos de moto, é preciso comprar o ingresso online, pois as vagas são limitadas e o roteiro acontece uma vez por mês. Se for levar garupa é preciso comprar dois ingressos, que serão vendidos exclusivamente pela MotorRoad. Piloto paga R$ 87,00 e a garupa, R$ 66,00, já inclusas as taxas.

ingressos Estrada Velha - Divulgação - Divulgação
Piloto e garupa pagam R$ 153,00 para rodar de moto no Caminho do Mar; ingressos são vendidos online e as vagas são limitadas
Imagem: Divulgação

O primeiro roteiro de moto na Estrada Velha de Santos, aberto ao público em geral, acontece no próximo sábado, 16 de outubro, em dois períodos, manhã e tarde, a partir das 8h30. Além de permitir a subida da Estrada Velha de Santos, a partir de Cubatão, o ingresso dá direito a um patch exclusivo da SP-148, além de poder curtir uma área de hospitalidade, já no topo da serra, onde haverá shows ao vivo e food-trucks para matar a fome.

Vale lembrar que não é permitido ultrapassar o limite de velocidade, dentro do parque, nem fumar ou consumir bebidas alcóolicas. Também não é permitido retirar espécies nativas e nem deixar seu lixo dentro do Caminhos do Mar, pois se trata de uma importante unidade de conservação ambiental do que resta da Mata Atlântica na costa brasileira.

Serviço

Rota Caminho do Mar

Quando: 16 de outubro de 2021

Ingressos: https://www.sympla.com.br/produtor/motorroad