PUBLICIDADE
Topo

Uso de máscaras e motos higienizadas: como vão funcionar as concessionárias

Ducati criou programa mundial de medidas preventivas para receber clientes com segurança em suas lojas - Divulgação
Ducati criou programa mundial de medidas preventivas para receber clientes com segurança em suas lojas Imagem: Divulgação
Arthur Caldeira

Arthur Caldeira, jornalista e motociclista (necessariamente nessa ordem) fundador da Agência INFOMOTO. Mesmo cansado de ouvir que é "louco", anda de moto todos os dias no caótico trânsito de São Paulo.

Colunista do UOL

04/06/2020 11h47

Embora especialistas considerem precoce o relaxamento das medidas de isolamento social, muitos estados e municípios já apresentaram planos de reabertura, insistindo na preocupação em preservar vidas, mas também na urgência de reiniciar as atividades econômicas fortemente atingidas pela pandemia do novo coronavírus.

Entre os setores autorizados a reabrir estão as concessionárias que, apesar de manterem atendimento especial nas oficinas durante a quarentena, estavam de portas fechadas para vender motos, acessórios e equipamentos. A partir deste mês, as lojas autorizadas adotarão medidas preventivas, como uso de máscaras e distribuição de álcool em gel, para voltar a receber clientes nos locais onde a reabertura estiver liberada pelas autoridades.

Para as concessionárias autorizadas a operar, a Honda preparou um protocolo com medidas de saúde e segurança para seus mais de 1.100 pontos de venda em todo o país, informou à coluna por e-mail. Além do uso de máscaras, foram adotadas mais de 70 medidas, como higienização frequente de áreas comuns, a desinfecção de produtos a cada demonstração, além de protocolos especiais para test-ride e experimentação das motos.

Loja Honda Dream - Divulgação - Divulgação
Com mais de 1.100 pontos de venda, além das medidas sanitárias, Honda adota protocolos especiais para test-ride
Imagem: Divulgação
A marca japonesa, entretanto, afirmou que no cenário da pandemia, está reforçando o relacionamento por meio de plataformas digitais em seu site, onde estão disponíveis diversos serviços. Após escolher o produto ou serviço de interesse, o cliente é direcionado para preencher um formulário, que o encaminhará à concessionária escolhida, para prosseguir o atendimento, de preferência, à distância. Mas, se a visita à loja for inevitável, a recomendação da Honda é agendar horários intercalados para reduzir o contato entre as pessoas no local.

Nas concessionárias Kawasaki, serão adotadas as medidas preventivas sugeridas pela OMS (Organização Mundial da Saúde) e pelos órgãos de saúde de cada local. A marca japonesa também distribuirá 8 mil máscaras especialmente personalizadas com o logo e as cores da Kawasaki, como forma de proteção para seus clientes e colaboradores.

Ducati "importa" protocolo usado na Ásia e na Europa

A Ducati criou uma força-tarefa para combater a covid-19 nas instalações da empresa, na Itália e em outras partes do mundo, e também nas concessionárias. Com a experiência adquirida nos revendedores asiáticos e europeus que voltaram a funcionar em maio, foi criado programa "Ducati Cares", algo como a "Ducati se importa".

O programa consiste em uma série de medidas, como indicações sobre distância segura, desinfecção, máscaras e outras precauções, que todo revendedor Ducati deve implementar para garantir a segurança dos visitantes. As lojas também irão fixar cartazes informativos sobre as 10 medidas preventivas adotadas para evitar a disseminação do coronavírus.

bmw motorrad showroom - Divulgação - Divulgação
BMW distribui guia com dicas e passo a passo para higienização das motos e produtos
Imagem: Divulgação
A BMW Motorrad também elaborou e distribui um guia para orientar as concessionárias a operar durante a pandemia, com procedimentos de segurança baseados em critérios científicos seguindo normas dos órgãos de saúde, informou a empresa. O guia contempla também os cenários nos quais exista interação interpessoal e manuseio das motocicletas, com o passo a passo da higienização dos produtos, além de orientações sobre distanciamento social, higienização das mãos, ventilação do ambiente e cuidados no pré e pós-serviço.

Em geral, nas regiões mais atingidas pela pandemia, como a Grande São Paulo e a cidade do Rio de Janeiro, as autoridades sanitárias ainda recomendam respeitar o isolamento social, evitando sair sem necessidade. Se realmente precisar ir a sua concessionária, procure fazer um contato prévio pelos canais digitais e telefônico. Muita coisa pode ser resolvida de casa, ou é possível agendar para fazer uma visita mais segura.