PUBLICIDADE
Topo

Coisa de Meninos Nada

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Sua visão está boa para dirigir? Saiba os cuidados que você precisa ter

Conteúdo exclusivo para assinantes
Thais Roland

Thais Roland é técnica em Manutenção Automotiva e apaixonada pela graxa. Com seu canal no YouTube 'Coisa de Meninos Nada', busca informar, orientar e dar suporte em relação a dúvidas e neuras sobre o mundo dos carros

Colunista do UOL

06/07/2021 04h00

O mês de maio já ficou lá para trás faz tempo, mas chamar a atenção para o índice de acidentes de trânsito é importante o ano todo. Sendo assim, falaremos de um fator que não tem nada a ver com a mecânica do carro, mas sim com a do nosso organismo.

Segundo a Zeiss, referência mundial em cuidados com os olhos, dirigir pode ser um desafio maior para quem usa óculos de grau. A oftalmologista Alessia Braz explica que a pupila reage à intensidade da luz ambiente, especificamente àquela que atinge diretamente os olhos.

Seu diâmetro varia, ficando pequeno quando há muita exposição à luz e grande quando o ambiente está mais escuro. Para completar, em condições de baixa luminosidade, como ao anoitecer, durante chuvas ou em dias nublados, o diâmetro da pupila fica entre o pequeno e o grande, tornando a percepção espacial difícil para os motoristas e afetando seu desempenho visual.

Isso sem contar o ofuscamento, que é um desconforto comum entre os motoristas, especialmente por causa das luzes dos faróis de carros que veem no sentido oposto da pista, por causa de reflexos, do asfalto ou de outros veículos. Esse ofuscamento da visão pode causar perda de noção de distância e profundidade ou até mesmo cegueira momentânea devido ao ajuste dos olhos à luz.

A Zeiss lembra que dirigir exige que nossa atenção seja dividida entre pontos focais diferentes, em distâncias variadas, como olhar os acontecimentos da estrada e os comandos internos do painel, por exemplo, além dos espelhos retrovisores, o que torna imprescindível uma visão dinâmica. Para isso, eles dão algumas dicas que tornam a viagem mais tranquila e segura.

Descanso: Dormir ao volante causa cerca de 30% dos acidentes nas estradas de noite, segundo a associação brasileira de medicina no tráfego. Então vale a pena dar uma dormida antes de pegar o carro.

Alimentação: Estar bem alimentado é importante, mas é prudente optar por comidas leves antes de dirigir, para evitar sonolência ou desconfortos digestivos que possam causar distração durante a viagem.

Nada de celular: Com tanta coisa para prestar atenção enquanto dirige, o celular não tem vez e deve ficar guardadinho.

Uso dos óculos: Se você precisa de óculos, eles têm que estar na sua cara enquanto dirige. Mais importante do que qualquer multa que você possa tomar pela falta deles, a segurança da condução depende da sua boa visão.

Cinto de segurança: É obrigatório por lei e sabemos que salvam vidas, então nem preciso divagar demais aqui, né?

Velocidade: O limite de velocidade das vias é definido a partir de vários fatores, como fluxo de veículos, espaço físico para desviar, presença de pedestres, condições da via, resistência do asfalto, entre outros. Respeitar a velocidade da via, além de preservar sua segurança e ajudar na economia de combustível vai evitar que você saia reclamando da tal indústria da multa.

Agora me conte nos comentários como anda sua atenção ao volante e quais os cuidados você toma com seus lindos olhos.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL