PUBLICIDADE
Topo

Combustível "mais puro"? Por que nunca devemos separar etanol da gasolina

Getty Images
Imagem: Getty Images
Thais Roland

Thais Roland é técnica em Manutenção Automotiva e apaixonada pela graxa. Com seu canal no YouTube 'Coisa de Meninos Nada', busca informar, orientar e dar suporte em relação a dúvidas e neuras sobre o mundo dos carros

Colunista do UOL

17/03/2020 04h00

Um assunto polêmico voltou à tona nos últimos dias. Vídeos no YouTube que ensinam a separar o etanol da gasolina voltaram a se popularizar, com a promessa de que o resultado garante um "combustível mais puro" - o que traria benefícios ao carro/moto.

Tempos atrás, abordei este assunto e recebi milhares de críticas dos alquimistas de Internet. Mas o fato é que realizar o procedimento em casa é perigoso para quem realiza e pode ser bem prejudicial para o carro.

Tenho que admitir que, quando ouvi a ideia pela primeira vez, parei para pensar. Nunca fui boa em química, então fui atrás de pessoas que entendem mais do assunto do que eu.

Enviei um e-mail para Petrobrás, Shell e Ipiranga. Também conversei com gente da área do petróleo e com engenheiros automotivos, além de algumas pessoas da indústria automotiva, das áreas de projetos e testes.

E a conclusão? Não faça!

A gasolina que chega nos postos de combustível é coisa muito séria. Existe tecnologia envolvida, muitos detalhes e fazer essa separação de fundo de quintal resulta em algo imprevisível.

Nas conversas que tive com os especialistas, o ponto crítico destacado foi o fato de que a gasolina resultante deste processo é de baixíssima octanagem, suficiente para causar um bocado de danos nos motores, especialmente os modernos, que têm taxas de compressão cada vez mais altas - e o módulo de injeção eletrônica não consegue corrigir isso.

Podemos reclamar o quanto quisermos da nossa gasolina. O fato é que temos que nos adaptar a ela da forma mais coerente possível e com muita informação.

Nos carros antigos, que estavam preparados para gasolina sem etanol (mas com chumbo, afinal a gasolina nunca foi tão purinha assim), temos que ajustar taxas de compressão, calibragens de carburadores e mais um montão de coisas para que eles fiquem adequados ao novo combustível. Mas nos carros modernos a gasolina atual é "esperada" por eles, então não temos que inventar moda.

Além disso, qualquer coisa que façamos com os combustíveis "em casa" é ilegal, é adulteração e é perigoso. Sem contar os cuidados com descartes das partes que, teoricamente, "não prestam" - já que a maioria derrama isso no esgoto, na rua, no quintal...

Esse assunto é realmente importante. Incentivo a fazerem coisas na garagem, mas quando sei que é seguro para vocês e realmente benéfico para o automóvel. Tomem muito cuidado com conteúdos que contenham, principalmente, gambiarras. Ainda que prometam alguma economia de dinheiro, garanto que lá na frente vão trazer um problema ainda maior.

Viu um carro camuflado ou em fase de testes? Mande para o nosso Instagram e veja sua foto ou vídeo publicados por UOL Carros! Você também pode ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito participando do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros.