PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Estudo sugere que tratamento com estrogênio pode reduzir mortes por covid

iStock
Imagem: iStock

Bruna Alves

Do VivaBem, em São Paulo

17/05/2022 15h35

A comunidade médica está conseguindo controlar o curso da covid-19, em grande parte do mundo, graças à vacina e aos novos medicamentos que estão surgindo aos poucos. Mesmo assim, os cientistas continuam em busca de tratamentos para reduzir ainda mais o risco de morte pelo Sars-CoV-2.

Desta vez, os especialistas mostraram que receber uma terapia de reposição hormonal dentro de seis meses após o diagnóstico de covid-19 está associado a uma redução na mortalidade. Esse foi o resultado de um artigo publicado nesta terça-feira no periódico Family Practice, da Oxford University.

Estudos anteriores apontaram que os homens tendem a ter infecções mais graves, com maiores taxas de hospitalização e mortalidade. Para se ter ideia, uma revisão recente, usando dados de 38 países, descobriu que a mortalidade em homens era 1,7 vez maior do que em mulheres. Já mulheres mais jovens ou com níveis mais altos de estrogênio são menos propensas a apresentar complicações da covid-19.

Este estudo, particularmente, investigou a associação entre terapia de reposição hormonal ou uso de contraceptivo oral combinado (pílula anticoncepcional) e a probabilidade de morte em mulheres que tiveram covid.

Como foi feito o estudo?

Os pesquisadores investigaram contraceptivos orais combinados que contêm estrogênio, porque alguns dados observacionais recentes sugeriram que as mulheres que tomam esses medicamentos têm menor risco de serem infectadas pelo Sars-CoV-2.

Para isso, eles usaram uma coorte retrospectiva com registros médicos do banco de dados de cuidados primários do Oxford-Royal College of General Practitioners Research and Surveillance Center.

Segundo os especialistas, foram identificados um grupo de 1.863.478 mulheres com mais de 18 anos de 465 clínicas gerais na Inglaterra. Dessas, houve 5.451 casos de covid-19.

Quais foram os resultados?

A terapia de reposição hormonal foi associada a uma redução de 22% na mortalidade por todas as causas no covid-19.

Esse resultado sugere que o estrogênio pode contribuir com um efeito protetor contra a gravidade da doença. Isso pode explicar, em parte, por que menos mulheres em comparação aos homens foram hospitalizadas, internadas em terapia intensiva ou morreram devido à doença na pandemia.

"Este estudo apoia a teoria de que o estrogênio pode oferecer alguma proteção contra covid-19 grave", disse Christopher Wilcox, um dos autores do artigo.

Ainda assim, segundo os autores do estudo, mais trabalhos são necessários para examinar a associação da pílula anticoncepcional oral combinada e o Sars-CoV-2. Também será preciso investigar melhor a hipótese de que os estrogênios podem contribuir com um efeito protetor contra as manifestações mais graves da doença.

"Esperamos que esse estudo possa tranquilizar pacientes e médicos de que não há indicação para interromper a terapia de reposição hormonal por causa da pandemia", concluiu Wilcox.

Saúde