PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Receber vacina vencida não faz mal, mas você deverá tomar de novo

Giulia Granchi

Do VivaBem, em São Paulo

09/06/2021 11h58

Três milhões de doses da vacina da Janssen devem desembarcar na terça (15) no Brasil, data ainda não confirmada pelo Ministério da Saúde. A validade limite dos imunizantes é dia 27 de junho, deixando apenas 13 dias para distribuir todas as doses.

Embora o curto prazo seja considerado um desafio logístico por alguns técnicos, para Juarez Cunha, presidente da SBIm (Sociedade Brasileira de Imunizações), acredita que, com as equipes cientes do risco de perda das vacinas, é possível cumprir as aplicações com rapidez.

"Para dar um exemplo recente, as vacinas da Pfizer poderiam ser usadas em até cinco dias a partir do momento que saíssem da temperatura de conservação inicial. Sabemos que é uma logística complicada, mas essa é uma regra de boas práticas", aponta.

Mas afinal, o que acontece se você tomar uma vacina vencida?

"Quando a vacina é aplicada fora do prazo de validade, é considerado um erro programático e a dose deve ser repetida", explica Cunha.

A preocupação, conforme explica o especialista, é que a pessoa fique desprotegida. "Não é esperado nenhum outro tipo de reação além das relatadas para os tipos específicos de vacina. A dica é ficar de olho na validade, não só para os imunizantes, mas com qualquer outro produto consumido, como alimentos e remédios."

Em Dracena, cidade localizada no interior de São Paulo, 80 pessoas receberam vacinas contra a covid-19 fora da data de validade. Elas foram comunicadas para receberem a imunização novamente.

"Até agora, tanto contra a covid-19 como em outras vacinas, não observamos efeitos negativos em fazer a imunização correta depois do recebimento de uma dose vencida", esclarece Cunha.

Saúde