PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Use máscara! Turma da Mônica se une a ONU em campanha por proteção

Divulgação
Imagem: Divulgação

De VivaBem, em São Paulo

02/09/2020 10h09

Você deve estar cansado de ouvir, mas não custa reforçar: usar máscara é um ato de amor ao próximo porque protege você e quem está ao seu redor da infecção pelo novo coronavírus. No entanto, muita gente ainda desrespeita essa norma.

Pensando nisso e com o compromisso de disseminar orientações e informações educativas sobre os cuidados que devem ser tomados para a proteção contra a covid-19, a Turma da Mônica se une a campanha Verificado - iniciativa da ONU (Organização das Nações Unidas) para combater a desinformação nesta pandemia.

Use máscara - Mônica 2 - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação
Use máscara - Mônica 4 - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Conteúdos ilustrativos da Mônica e seus amigos serão publicados nas redes da ONU Brasil e da Turma da Mônica a partir de amanhã para lembrar todo mundo de usar máscara e se proteger.

De acordo com Mauricio de Sousa, "a Campanha Verificado é mais uma necessária ação para a informação das crianças sobre os cuidados que devemos tomar diante desse vírus e que servirão para sempre daqui por diante".

Com o mesmo propósito —o de ajudar a salvar vidas—, a ONU, que lançou o projeto Verificado para inundar os canais de comunicação com informações confiáveis, uniu-se à Turma da Mônica para aumentar ainda mais a divulgação de conteúdos importantes e educativos para a população brasileira.

"A internet é uma influência poderosa. É importante que a ONU permaneça como uma fonte de informações confiáveis por meio da campanha do Verificado", enfatiza Kimberly Mann, diretora do Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio).

Ciência continua comprovando eficácia da máscara

Há uma série de pesquisas que já comprovaram a importância do uso da máscara e como ela ajudou a "segurar" o vírus, e o cientistas seguem fazendo pesquisa para reforçar ainda mais esse ponto.

Só para citar algumas: um estudo da USP (Universidade de São Paulo) de São Carlos apontou que o isolamento social combinado com o uso de máscaras diminuiu em 15% o contágio do vírus em São Paulo e em 25% em Brasília no início da epidemia no país.

Use máscara - Mônica 3 - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Outro estudo recente da Universidade de Cambridge traz novas evidências de que a proteção facial pode ser crucial para evitar uma nova onda de infecções. A pesquisa afirma que os lockdowns sozinhos não serão suficientes para impedir futuras ondas de contágio, a não ser que sejam combinados com o uso massivo de máscaras.

E atenção: um outro estudo publicado no periódico Physics of Fluids mostra que os protetores faciais de plástico (face shields) e as máscaras com válvula não médicas permitem que grandes nuvens de partículas escapem, colocando em risco aqueles ao seu redor. E embora a pesquisa não tenha examinado especificamente o nível de proteção que os escudos e máscaras oferecem ao usuário, ela sugere que as pessoas que as usam também podem ser mais vulneráveis à exposição do que se usassem uma máscara normal.

Embora a descoberta sugira que uma máscara de tecido ou cirúrgica ofereça mais proteção, os especialistas dizem que qualquer cobertura facial é melhor do que nada e que os escudos plásticos impedem que parte das gotículas de tosse e espirros cheguem nas pessoas ao redor.

Para a maioria das pessoas, uma máscara de pano com pelo menos duas camadas, que cubra do nariz até o queixo, é a melhor opção. Um escudo facial combinado com uma máscara de tecido ou cirúrgica oferece proteção adicional e pode ser útil para aqueles que estão em contato rotineiro com outras pessoas em ambientes fechados.

Saúde