PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Pesquisadores sequenciam genomas do coronavírus em tempo recorde

BSIP
Imagem: BSIP

De VivaBem, em São Paulo

26/03/2020 08h53

Pesquisadores sequenciaram em 48 horas —tempo recorde— os primeiros 19 genomas do novo coronavírus em pacientes dos seguintes estados: Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás, Rio Grande do Sul e São Paulo.

O trabalho confirmou a transmissão local do vírus dentro do país o que, para os cientistas, reforça a necessidade do isolamento social como medida preventiva.

O sequenciamento dos genomas analisados também demonstrou geneticamente que o vírus foi introduzido no país oriundo de diversos países europeus além de casos importados da China, em menor número.

"O Brasil teve entradas múltiplas, de diferentes países. Apenas dois vieram da Ásia, o resto foi europeu. Isso mostrou que já existe a transmissão comunitária no Brasil", explicou Ana Tereza Vasconcelos, uma das autoras da pesquisa, em entrevista à GloboNews.

O vírus veio da Europa, mas já tem características próprias, segundo os pesquisadores.

"Obviamente que esse trabalho tem que ser ampliado ainda. Vamos continuar sequenciando", completou Vasconcelos.

O estudo quer analisar a severidade da doença nos pacientes mais graves. "Queremos coletar material desses pacientes e sequenciar o genoma para entender por que em alguns pacientes a doença se torna mais grave", afirmou.

Os pesquisadores responsáveis pelo trabalho são do LNCC (Laboratório Nacional de Computação Científica), da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) e da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro).

A iniciativa contou com a parceria de pesquisadores da USP (Universidade de São Paulo) e da universidade de Oxford na Inglaterra, além de alunos de pós graduação do Brasil.

Saúde