PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Condição rara faz ossos das mãos de mulher encolherem

Reprodução/The New England Journal of Medicine
Imagem: Reprodução/The New England Journal of Medicine

Do VivaBem, em São Paulo

15/12/2019 10h40

Uma condição rara fez com que os dedos das mãos de uma mulher encolhessem enquanto os ossos de suas mãos e pulsos desapareciam, de acordo com o relatório médico do caso.

A perda óssea fez com que os dedos da mulher de 69 anos se 'dobrassem' de volta à mão, como quando fechamos um telescópio, sintoma que explica o apelido incomum da condição: 'dedos telescopados' ou 'óculos de ópera'.

Estima-se que de 3,7% a 6,7% das pessoas com artrite psoriática desenvolvem os 'dedos telescopados', de acordo com um relatório de 2013 da revista Reumatología Clínica. A condição também ocorre em pessoas com artrite reumatoide, mas mais raramente.

No caso recente, descrito em um relatório publicado no The New England Journal of Medicine, as mãos da mulher estavam severamente deformadas e inchadas quando ela foi a uma clínica de reumatologia na Turquia para tratamento.

Há 18 anos, a paciente havia sido diagnosticada com artrite reumatoide e, com o tempo, suas articulações ficaram tão inchadas que seus dedos se inclinaram para um lado, na direção dos mindinhos. Ao examinar as mãos da paciente, os médicos descobriram que os ossos dos dedos deslocados pareciam muito curtos —muito curtos inclusive para a mulher flexionar os dedos ou fechar o punho.

As radiografias dos pulsos e das mãos mostraram que os ossos dos dedos, mãos, punhos e antebraços da mulher pareciam desgastados, como se quantidades substanciais de tecido tivessem desaparecido.

Os médicos diagnosticaram a mulher com 'dedos telescopados', clinicamente conhecidos como artrite mutilante, e atribuíram a perda de tecido a um processo chamado osteólise, que faz com que os ossos sejam 'reabsorvidos' por células chamadas osteoclastos.

Na paciente de 69 anos, os danos causados pelos osteoclastos causaram um encolhimento dos ossos. Enquanto os ossos dos dedos da mulher se 'dobraram' de volta em suas mãos, sua pele não encolheu para combinar, então o excesso de tecido se amontoou em dobras enrugadas.

Puxando gentilmente as pontas dos dedos da mulher, seus médicos conseguiram esticá-los temporariamente ao comprimento original.

Os médicos também trataram-na com vários medicamentos comuns para artrite reumatoide, bem como um medicamento destinado a fortalecer o tecido ósseo. O tratamento reduziu a dor e o inchaço, mas não restaurou a funcionalidade em suas mãos.

Saúde