Topo

Alimentação

Ideias e informações para você comer melhor


Alimentação

Snacks naturais e feitos por você são opções mais saudáveis para dia a dia

iStock
Imagem: iStock

Carolina Firmino

Colaboração para o VivaBem

26/11/2019 04h00

Resumo da notícia

  • A rotina agitada pode dificultar a ingestão de alimentos não-industrializados
  • Segundo os nutricionistas, quanto menos opções processadas você consome, melhor é a sua alimentação
  • Legumes, grãos e frutas podem se transformar em snacks criativos e saudáveis

Na tentativa de dar conta do trabalho, de compromissos familiares e outras atividades de rotina, os produtos industrializados surgem como alternativa para uma alimentação rápida entre as refeições principais. Mas quando essa escolha começa a se tornar um hábito, talvez seja o momento de rever a qualidade dos seus snacks e procurar opções mais saudáveis. Fazer os seus lanchinhos em casa é uma possibilidade. Não é difícil, no entanto, a mudança requer criatividade!

Além disso, é fundamental não ter medo de testar habilidades culinárias e focar na premissa do desembalar menos e descascar mais. Para contribuir com essa escolha, consultamos especialistas que ofereceram dicas de snacks práticos, deliciosos e cheios de saúde.

Cenourinhas temperadas

iStock
Imagem: iStock

Elas podem ser consumidas com tempero de limão e sal. No calor, temperá-las em um recipiente com gelo ou água gelada, além do limão e sal, vai deixar o lanche mais refrescante. As cenourinhas têm poucas calorias (42 kcal a cada 100 g), fibras que ajudam na saciedade e vitamina A, um antioxidante muito potente! Para conservá-las, procure deixar em um ambiente refrigerado.

Grão-de-bico crocante

iStock
Imagem: iStock

Deixe o grão-de-bico de molho na água por até 12 horas. Depois, cozinhe por 10 minutos na panela de pressão. Se preferir, use uma panela comum, mas dobre o tempo de cozimento. Escorra a água e leve ao forno por 20 minutos depois de temperar. Sugerimos usar azeite, sal, páprica, salsinha, pimentas, ervas finas e outras. Para quem possui fritadeira sem óleo, o preparo é ainda mais rápido. Essa receita tem 164 kcal por 100 g, e ainda possui fibras, cálcio e proteína vegetal. Como é um snack sequinho, é fácil levar com você. O alerta aqui vai para quantidade, pois, em excesso, o grão-de-bico pode causar gases.

Chips de banana

iStock
Imagem: iStock

Selecione quatro bananas ainda verdes e temperos de sua preferência. Em uma assadeira grande, forre com papel-manteiga e distribua as fatias de bananas, sem sobrepor umas às outras. Depois, salpique as especiarias desejadas. Sugerimos: açúcar de coco, adoçante ou canela para a receita doce; e lemon pepper, páprica ou sal para a salgada. Asse em forno preaquecido por 10 minutos a 160 graus ou no mínimo, porque, se o fogo estiver alto, a banana pode queimar. Vire-as e asse por mais cinco minutos. Retire do forno e coloque as fatias sobre o papel toalha, uma por vez. Não se preocupe se elas ainda estiverem moles, pois assim que esfriarem ficarão crocantes. A receita tem 135 kcal a cada 100g e confere sensação de saciedade. As bananas contêm carboidrato, vitamina C, vitaminas do complexo B e minerais, como cálcio e potássio.

Outras opções

iStock
Imagem: iStock

Para quem ainda não está a fim de se aventurar na cozinha, também existem sugestões igualmente naturais e mais rápidas. As frutas desidratadas, por exemplo, têm sabor adocicado e são indicadas para quem possui paladar mais doce. Escolha duas unidades de tâmaras (50 kcal) ou de damasco (72 kcal).

Já as oleaginosas (castanhas, amêndoas, avelã, nozes e outras) são fontes de ácidos graxos monoinsaturados (ômega 9), que colaboram para o controle do colesterol e desempenham funções importantes de síntese hormonal e cicatrização.

E a pipoca? Sim! A pipoca (em grão, não a de microondas) também é uma opção fácil e saudável. Rica em vitaminas do complexo B e vitamina E, tem ainda alto teor de fibras que auxiliam no funcionamento intestinal promovem saciedade. Mas é importante se ligar na quantidade de sal ou temperar a pipoca usando ervas naturais.

Fontes: Gabriela Arces de Souza, nutricionista e membro do PrátiCA (Laboratório de Práticas e Comportamento Alimentares) da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da USP (Universidade de São Paulo); e Maria Fernanda Vischi D'Ottavio, nutricionista do Clinic Check-up do HCor (Hospital do Coração).

Podcasts do UOL
Ouça o podcast Maratona, em que especialistas e corredores falam sobre corrida. Os podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas de áudio.

Alimentação