Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Levar uma rotina saudável diminui as chances de demência, aponta estudo

iStock
Imagem: iStock

Do UOL VivaBem, em São Paulo

15/07/2019 15h53

Já se sabe que fatores genéticos estão associados ao aumento do risco de demência, mas a comunidade médica desconhece até que ponto estes podem ser compensados por hábitos relacionados ao estilo de vida.

Buscando entender a relação, um estudo observacional publicado no periódico científico JAMA analisou dados do banco genético Biobank do Reino Unido.

Como o estudo foi feito

  • O UK Biobank é uma coorte populacional de mais de 500.000 participantes (foram usados 196.383) que passaram por avaliações entre 2006 e 2010. As análises foram restritas a indivíduos com idade mínima de 60 anos no início do estudo (porque a maioria dos casos de demência ocorrem em adultos mais velhos) e indivíduos com informação genética disponível.
  • Pontuações que refletem o risco genético e estilo de vida foram compilados com base em variantes genéticas associadas à doença de Alzheimer e outros tipos de demência e consideradas em conjunto aos questionários sobre tabagismo, atividade física, dieta e consumo de álcool.
  • Ao longo de oito anos de acompanhamento, os pesquisadores registraram 1.769 novos casos de demência. Tanto o estilo de vida menos saudáveis quanto o alto risco genético associaram-se a maior risco de demência.

Resultados

Um estilo de vida saudável foi associado a menor risco de demência independentemente do risco genético, indicando que estão independentemente associados ao risco de demência.

Apesar do resultado promissor, os pesquisadores apontam que o estudo tem uma série de limitações, incluindo a falta de comprovação de causalidade, análise de estilo de vida por relatos dos próprios participantes e a restrição a adultos de ascendência europeia, não podendo ser aplicado para outras populações.