Topo

Equilíbrio

Cuidar da mente para uma vida mais harmônica


Equilíbrio

Ensine sua brincadeira favorita na infância a uma criança

Brincar faz bem para a saúde e para o convívio social - iStock
Brincar faz bem para a saúde e para o convívio social Imagem: iStock

Carlos Américo

Blog da Saúde

22/02/2019 11h17

Brincadeiras populares, como pique-pega e bandeirinha, são uma ótima forma de praticar atividade física e interagir com outras pessoas. Então, que tal fazer um intercâmbio entre gerações com as brincadeiras de antigamente e de hoje?

Você já deve ter falado ou ouvido alguém falar: - Na minha época, eu brincava de bola, de correr, de pique-pega. Hoje em dia, as crianças só querem saber de celular, tablete e vídeo-game.

Quem convive com crianças e adolescentes sabe que eles realmente adoram brinquedos tecnológicos. Mas, eles também estão cheios de energia para gastar e, às vezes, só precisam de um pequeno incentivo para deixar o controle da TV ou do vídeo-game de lado e começar a se movimentar. Isso faz bem para a saúde e para o convívio social.

Resgatar as brincadeiras é uma ótima forma para tornar as crianças mais ativas. Consequentemente, ajuda a combater e prevenir a obesidade.

Então, que tal aproveitar as férias escolares para ensinar a seu filho, filha, irmãos mais novos, sobrinhos e vizinhos as brincadeiras que você curtia quando era criança? Não faltam brincadeiras para se mexer e interagir com a turma. E a garotada vai se amarrar.

Confira algumas brincadeiras:

Pique-bandeira

Bandeirinha, pique-bandeira, bandeirinha guerreou, bandeirinha-estourada, rouba-bandeira, barra bandeira e pega Bandeira. O nome pode variar, de acordo de onde você está no Brasil, mas o objetivo da brincadeira é o mesmo: pegar a bandeira no campo adversário e trazer de volta ao seu campo, sem ser pego.

Pega-pega

Pega-pega, pique-pega ou apanhada é outra brincadeira que as crianças adoram. O objetivo é simples. O pegador deve correr atrás das outras crianças, que devem evitar de se apanhadas. A criança que for tocada passa a ser a nova pegadora. A partir dessa ideia, há variações, como o pique-ajuda (cada criança tocada passa a ajudar o pegador até não ter nenhuma pessoa livre) e o pique-alto (criança que estiver no alto ganha alguns segundos de imunidade contra o pegador).

Esconde-esconde

Esconde-esconde ou pique-esconde é sucesso entre criançada. O objetivo da brincadeira é se esconder e depois se salvar antes de ser encontrado. Uma criança vai fazer a contagem, com os olhos fechados e voltada para pique, enquanto os outros participantes se escondem. Quando terminar a contagem, ela grita "lá vou eu" e vai à busca dos outros participantes. Ao encontrar alguém, corre para o ponto da contagem e diz - um, dois, três e o nome de quem encontrou. Para se salvar, a pessoa que se escondeu deve correr para o ponto da contagem e dizer - um, dois, três, salve eu. A primeira pessoa a ser encontrada vai contar na próxima rodada.

Pular corda

Pular corda, ou saltar corda, tem muitas variações. Você pode pular sozinho ou em grupo. Disputar quem pula mais tempo ou seguir canções que definem algumas coreografias enquanto a pessoa pula. "O homem bateu em minha porta, e eu abri".

Há muitas outras brincadeiras para se divertir com as crianças. Escolha uma e aproveite esses momentos.

SIGA O UOL VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook - Instagram - YouTube

Equilíbrio