Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Não viu sangue após a facada sofrida por Bolsonaro? Cirurgião explica

FÁBIO MOTTA/ESTADÃO CONTEÚDO
Imagem: FÁBIO MOTTA/ESTADÃO CONTEÚDO

Giulia Granchi

Do UOL VivaBem, São Paulo

07/09/2018 13h09

Muitas pessoas que assistiram às imagens do atentado ao candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL), compartilhadas na internet na tarde de ontem (6), levantaram uma questão: por que não é possível ver sangue no corpo do político após a facada?

Buscando responder à dúvida, o UOL VivaBem conversou com o cirurgião André Ibrahim David, coordenador do Núcleo de Gastroenterologia do Hospital Samaritano de São Paulo.

De acordo com o médico, no momento exato que uma facada é dada, o sangue somente irá aparecer se o objeto conseguir perfurar um vaso grande, e nesse caso, as chances do candidato ter chegado vivo ao hospital seriam pequenas. 

"A arma atingiu a veia mesentérica, mas a lesão foi superficial, alcançando apenas um ramo. Quando se trata de um ramo menos importante, ocorre o sangramento, mas é menor, e é possível conter os danos ligando o vaso, não precisando repará-lo", explica. 

"Por ter perfurado também o intestino grosso e o delgado, que são órgãos que não têm tanto sangue como outros, é normal que não tenha sido possível enxergar o líquido vermelho. Além disso, a facada geralmente faz um orifício pequeno na barriga, e o paciente ficando deitado, o sangue pode ir para trás, impedindo a exteriorização e visibilidade", analisa.

Apesar de não vermos sangue nas imagens, em entrevista coletiva, o cirurgião Luiz Henrique Borsato, que participou a operação de Bolsonaro, afirmou que o presidenciável chegou ao hospital com hemorragia interna.

Ibrahim explica o quadro pelo tempo que o candidato levou para chegar ao hospital. "Mesmo quando não se trata de um corte grande, é possível que ocorra a hemorragia por conta do tempo sem reparos. No caso, os tecidos lesionados por dentro do corpo também causam sangramento", informa.

UOL VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook - Instagram - YouTube