PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Quem tem câncer precisa malhar de máscara, como Ana Furtado?

Ana Furtado usa máscara para evitar contaminações e piorar a saúde durante o tratamento do câncer  - Reprodução do Instagram
Ana Furtado usa máscara para evitar contaminações e piorar a saúde durante o tratamento do câncer Imagem: Reprodução do Instagram

Priscila Carvalho

Do VivaBem, em São Paulo

24/07/2018 19h37

Diagnosticada com câncer de mama em março deste ano, Ana Furtado vem compartilhando nas redes sociais sua rotina de tratamento contra a doença. No início da semana, a apresentadora postou um vídeo em seu Instagram em que aparece usando máscara enquanto malha na academia vazia.

O uso do acessório é recomendado por médicos, já que durante a quimioterapia os pacientes ficam com a imunidade baixa. “Em locais com muita aglomeração o ideal é usar máscara para evitar uma contaminação por vírus ou bactérias e piorar a saúde”, explica Milena Tariki, oncologista clínica do hospital AC Camargo e consultora da Neolife Bem Estar. 

Só na malemolência!!! Dancinha aproveitando a academia vazia... arrasou, @anitta! #Medicina

Uma publicação compartilhada por Ana Furtado (@aanafurtado)

em

Veja também:

De acordo com a médica, o paciente fica mais vulnerável sete dias após a quimioterapia e pode sofrer infeções, por isso a máscara é importante depois das sessões.

Cuidados extras com a doença

Maneire no sol

Ana Furtado também já mostrou que está evitando se expor ao sol por causa do tratamento. Isso realmente é importante. Segundo Murilo Drummond, médico pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, durante o processo quimioterápico a pele fica envelhecida e alguns medicamentos provocam coceiras e descamação.

A melhor opção é sempre usar o protetor solar e roupas especiais com FPS. "O sol em excesso é extremamente prejudicial em pacientes com câncer. Além de aumentar o ressecamento da pele, ele pode provocar manchas definitivas e infecções, provocadas por bactérias nas unhas, caso a pessoa se coce", explica.

Outra ação adotada pela apresentadora foi o uso de turbante para não molhar os cabelos enquanto estava de férias em Ibiza, na Espanha. Segundo o especialista, nessa fase, os cabelos devem ser lavados de maneira suave e com água morna, poucas vezes na semana.

Cuidado com procedimentos estéticos

A apresentadora optou por usar uma técnica capilar chamada crioterapia, que diminui a perda dos fios. Se a doença for diagnosticada ainda no estágio inicial não há contraindicação no uso de tinturas para pintar o cabelo. Porém, especialistas reforçam que a recomendação deve ser feita por dermatologistas e oncologistas para evitar alergias e queimaduras no couro cabeludo. Atenção também ao fazer as unhas: a retirada em excesso de cutículas pode deixar o paciente exposto a infecções.

Evite comer alimentos crus

A pessoa fica ainda mais sensível quando está em processo quimioterápico. Cuidar da dieta e consumir alimentos saudáveis, como frutas, verduras e legumes, é importante para recuperação da doença. Porém, é muito importante se atentar à lavagem e higienização dos vegetais, além de evitar o consumo de carnes e peixes crus ou mal passados, pois isso aumenta o risco de contaminação.

VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook • Instagram • YouTube

Saúde