PUBLICIDADE

Topo

Equilíbrio

Cuidar da mente para uma vida mais harmônica


Equilíbrio

6 coisas interessantes para aprender e manter o cérebro funcionando bem

A atividade musical estimula globalmente o cérebro e ajuda a manter sua mente jovem - Getty Images
A atividade musical estimula globalmente o cérebro e ajuda a manter sua mente jovem Imagem: Getty Images

Chloé Pinheiro

Colaboração para VivaBem

23/07/2018 04h00

Em todas as matérias de bem-estar e saúde mental, os especialistas insistem em dizer que não parar de aprender coisas novas é uma das melhores estratégias para manter a mente jovem por mais tempo. “Da mesma maneira que os exercícios físicos desafiam o corpo, o aprendizado desafia constantemente a mente”, explica Paulo Camiz, geriatra e professor da USP (Universidade de São Paulo).

Esse treino cria novas conexões entre os neurônios, além de fortalecer as já existentes. Isso é importante não só na terceira idade, quando costuma haver um declínio cognitivo, como também para melhorar habilidades que precisamos em toda a vida, como memória, concentração e raciocínio. Pode parecer difícil e até um luxo encontrar tempo para aprender qualquer coisa na rotina, mas não é.

“Aproveite o momento em que você está no transporte público, por exemplo, para fazer uma atividade que desafie o cérebro e você sinta prazer em realizar, pois, quando há alguma conexão emocional com o tema, o conhecimento será melhor fixado”, aconselha Fábio Porto, neurologista do Hospital das Clínicas de São Paulo.

Veja também:

Descubra a seguir seis coisas interessantes que podem ajudar a exercitar seus neurônios!

jogo, celular, app, game - iStock - iStock
Jogos desafiam o cérebro e estimulam a capacidade cognitiva
Imagem: iStock

1 - Jogos

É possível jogar no celular xadrez, sudoku e outros games de estratégia bem didáticos, que ensinam o passo a passo e, assim, desenvolvem a massa cinzenta. Isso vai ajudar a melhorar, especialmente, a cognição, função básica do cérebro, responsável por adquirir conhecimentos, tomar decisões, pensar e assimilar informações. “Também fortalece as sinapses, que são a comunicação entre um neurônio e outro”, ensina Porto.

2 - Idiomas

Treinar uma língua que você já fala é bom, mas aprender uma inédita é ainda melhor. Isso une o estímulo à área de linguagem do cérebro --que precisa “suprimir” o idioma mãe -- ao desafio imposto pela novidade. O esforço em dose dupla melhora a memória e ainda a capacidade do cérebro de ser multitarefa, segundo um estudo da Universidade da Pensilvânia. O exercício também pode ser feito gratuitamente no celular, quando sobrar um tempo na rotina.

beach tennis, tênis, praia, esporte, areia - iStock - iStock
O exercício estimula a produção de substâncias relacionadas à cognição
Imagem: iStock

3 - Esportes

O benefício aqui é tanto indireto, pois a prática de exercícios estimula a produção de neurotransmissores no cérebro --substâncias relacionadas ao bem-estar e à cognição --, quanto direto. É que, ao aprender um esporte que você não praticava antes, o cérebro desenvolve mais seu processamento motor, área que coordena os movimentos. Além da memória que é exigida para decorar as regras, é claro.

4 -  Música 

Aprender a tocar um instrumento não é tão prático assim, mas seus benefícios merecem destaque. “A música é uma integração entre as áreas de processamento auditivo, motor e até linguagem, é uma das coisas que mais estimula globalmente o cérebro”, explica Porto. E não há idade para começar e colher essas benesses. Pesquisadores da Universidade de Barcelona colocaram um grupo de 13 idosos para aprender a ler música e tocar piano. Depois de quatro meses de treino diários, o time viu sua reserva cognitiva aumentar.

dançar, aula de dança, música, exercício em grupo, treino - iStock - iStock
Aprender uma nova coreografia turbina a memória e o racicínio
Imagem: iStock

5 - Dança

O efeito é semelhante ao do esporte. Decorar e executar coreografias exige a ativação da área responsável pelos movimentos, e também da memória e do raciocínio. Afinal de contas, é preciso pensar rápido para saber para qual lado virar.

6 - Cozinhar

Aprender as maravilhas do mundo da cozinha traz benefícios além dos associados ao aprendizado. O estímulo aos sentidos e o foco no passo a passo da receita fazem a mente focar no presente, uma espécie de mindfulness, que reduz o estresse e, assim, melhora o desempenho cerebral. Fora que ajuda a comer melhor, hábito que também é importante para manter corpo e mente saudáveis.

VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook • Instagram • YouTube

Equilíbrio