PUBLICIDADE

Topo

Criança pode usar suplemento? Jaque Khury diz que filho de 4 anos toma whey

Jaque Khury diz que o filho pede para tomar whey quando a vê usando o produto - Reprodução/Instagram @jaquekhury
Jaque Khury diz que o filho pede para tomar whey quando a vê usando o produto Imagem: Reprodução/Instagram @jaquekhury

Gabriela Ingrid, Vivian Ortiz e Maria Júlia Marques

Do VivaBem

27/04/2018 18h53

A musa fitness Jaque Khury revelou em uma entrevista ao programa TV Fama, da RedeTV!, que o filho Gael, 4, já toma whey protein (proteína do soro do leite). Segundo a mãe, o menino quer apenas copiar o que ela faz. "É exemplo. Não adianta a gente falar. As crianças, os filhos, eles vão imitar o que a gente. Ele vê a mãe se alimentando, vê os potes de suplemento e adora.”

O uso indiscriminado de suplementação, entretanto, pode ser perigoso. Apesar de o whey protein, por si só, ser comumente utilizado por frequentadores de academia, ele deve ser consumido com orientação de um profissional da saúde, que geralmente recomenda o produto quando a pessoa tem alguma carência nutricional. E, no caso, raramente é recomendado para crianças.

Veja também:

Essencial para o bom funcionamento do organismo, a proteína é peça-chave para a estrutura óssea, muscular, para a formação de enzimas e para o sistema imune. Por esse motivo, a proteína do soro do leite está em quase todos os suplementos, inclusive os infantis, explica o médico nutrólogo Guilherme Giorelli. “O problema, na verdade, não está no whey em si e sim se a criança precisa ou não da quantidade de nutrientes que ele oferece”, diz Giorelli.

Jaque Khury e o filho Gael, de 4 anos - Reprodução/Instagram @jaquekhury - Reprodução/Instagram @jaquekhury
Jaque Khury diz que o filho Gael, 4, ama whey protein
Imagem: Reprodução/Instagram @jaquekhury
Em uma dieta normal de um adulto, por exemplo, o recomendado é consumir cerca de 1 g de proteína por quilo de peso ao dia --esse número pode aumentar conforme a prática de exercício. Mas, de acordo com Giorelli, quando falamos em criança, essa diferença é muito sutil. "Uma criança de 4 anos, por exemplo, precisa de, no máximo, 0,7 gramas de proteína por quilograma de peso por dia. Então, em qualquer momento que ela ultrapassar esse valor, já estará sendo um consumo exagerado", alerta.

Só para ter ideia, uma criança com 20 kg precisa de algo em torno de 14 g de proteína ao dia, e um scoop de whey já fornece cerca de 20 gramas do nutriente. “Dar uma dose de adulto para uma criança pode ser péssimo. Até porque aquele produto usado pelo pessoal da academia possui outras coisas além do próprio whey, como vitaminas e carboidratos”, diz Giorelli. Muitos suplementos ainda contêm adoçantes, aromatizantes e corantes artificiais em sua fórmula. 

O aumento do consumo de proteína na infância pode elevar também riscos de obesidade na vida adulta, isso sem contar nas já conhecidas sobrecargas renal e hepática.

Por tudo isso, a recomendação é não usar qualquer suplementação sem levar a criança ao pediatra. “Acredito que dar whey protein para crianças é desnecessário. O suplemento pode interferir no desenvolvimento físico e mental do jovem, e certamente insere artificialidade no organismo, o que pode deixar a criança mais suscetível a doenças. O ideal é trabalhar com alimentação natural”, afirma Clovis Constantino, pediatra e vice-presidente da Sociedade Brasileira de Pediatria. 

VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook • Instagram • YouTube