PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Seis dicas para sair logo da maternidade como Kate Middleton

Fazer o pré-natal e praticar exercícios contribuem para um parto de sucesso - Getty Images
Fazer o pré-natal e praticar exercícios contribuem para um parto de sucesso Imagem: Getty Images

Vivian Ortiz

Do VivaBem, em São Paulo

25/04/2018 09h36

Kate Middleton surpreendeu ao deixar o hospital apenas sete horas após o parto de seu terceiro filho com o príncipe William, na última segunda-feira (23). No Reino Unido, as mulheres passam, em média, um dia e meio no hospital no pós-parto, mas se está tudo ok, pode ir embora antes, assim como a duquesa fez.

Aqui no Brasil, o tempo mínimo de internação pós-parto é de 24 horas, de acordo com uma portaria do Ministério da Saúde que visa humanizar o parto. Mas é possível, sim, ter alta tão logo termine esse período. Veja seis ações que você pode tomar para sair em um dia da maternidade.

Veja também:

Faça o pré-natal

Um dos principais fatores para ser liberada é que a gravidez tenha corrido sem problemas, antes de mais nada. Por isso, é muito importante fazer o pré-natal corretamente.

"Com esse acompanhamento, é possível tentar prevenir complicações como pressão alta, hipertensão e hemorragia pós-parto, por exemplo", explica a ginecologista e obstetra Marisa Patriarca, professora de ginecologia do curso de pós-graduação da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo). "Mas, além disso, mãe e bebê precisam estar em bom estado geral, com todos os exames em ordem e sem sinais de infecção."

Peça para ter parto vaginal

Outro fator importante é a paciente querer ter um parto vaginal e expressar sua vontade para a equipe médica que a acompanha. Patriarca conta que muitas mulheres já chegam querendo ter o bebê por cesárea, por medo de sofrer com as dores do parto. O problema é que o procedimento cirúrgico acontece por meio de incisões, o que já aumenta o tempo de recuperação e as diárias no hospital para, no mínimo, três dias.

Pratique atividades físicas

"Infelizmente temos a cultura da cesária, mas se o pré-natal for bem conduzido, se a gestante fizer atividade física dentro da possibilidade dela e não ter ganho de peso excessivo, aumentam as chances de um parto natural de sucesso", diz a especialista. "A consequência disso é um rápido retorno para casa."

Mantenha a tranquilidade

A psicóloga Luciana Rocha, especialista em maternidade e infantil, além de doula e educadora perinatal, lembra ainda que para o trabalho de parto evoluir de forma saudável e tranquila, é preciso ter conhecimento. "Saber o que é, o que acontece e as fases do parto possibilita o manejo de dor, podendo ajudar a transformar esse momento em algo positivo", diz.

Exercite a pelvis

Atividades que fortalecem o abdômen e a pelvis --como agachamentos -- e alimentação balanceada também ajudam.

Coma tâmaras

Comer seis tâmaras por dia, a partir da 36ª semana de gestação, por exemplo, diminui as chances de precisar de medicamentos de progressão ou indução do parto. "Tudo culpa de um componente que imita ocitocina, o hormônio que desencadeia o trabalho de parto", ressalta a especialista.

"A mãe está sobrecarga de ocitosina e adrenalina, que ajudam na sensação de bem-estar no pós-parto", lembra Rocha.

VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook • Instagram • YouTube

Saúde