PUBLICIDADE

Topo

Sem riscos: veja estas dicas e escolha frutos do mar e peixes corretamente

Getty Images
Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

03/03/2018 04h10

Muitas pessoas têm receio de consumir peixes e frutos do mar pelo fato de estragarem de forma mais fácil, causando uma possível intoxicação alimentar. Mas não é complicado evitar situações do tipo. Basta consumir apenas produtos que estiverem frescos ou plenamente congelados, dentro do prazo de validade e nunca de procedência duvidosa. Separamos algumas dicas para ajudá-lo no momento da compra. Veja abaixo:

Fonte: livro "Culinária Básica do Vigilantes do Peso: Receitas variadas e dicas para seu dia a dia ficar ainda mais saudável". 

  • iStock

    Peixes

    Quando estão frescos não exalam cheiro --ou possuem apenas um leve aroma marinho. Sua carne deve estar úmida, firme e resistente ao ser pressionada. As escamas precisam estar bem aderidas à pele e as barbatanas e cauda devem ser flexíveis e inteiras. Os olhos devem estar brilhantes e salientes e as guelras também devem estar levemente rosadas ou avermelhadas.

  • Getty Images

    Camarões

    O crustáceo precisa estar com a carapaça transparente e olhos negros e brilhantes. Veja ainda se a carne é firme, de cor branco-acizentada, e sempre lembre que devem ser preparados para consumo no mesmo dia da compra. Se a ideia for congelá-los, limpe-os bem, retire suas cabeças e lacre a embalagem que irá ao congelador.

  • Getty Images

    Ostras

    Veja se possuem conchas duras que, quando pressionadas, não provocam som. A carne é sólida, de cor clara e brilhante, além de livre de impurezas.

  • Getty Images

    Lagostas

    O melhor é adquiri-las ainda vivas. Ao comprar de frigoríficos, observe a direção da cauda. Se estiver em sentido horizontal, indica que foi cozida após ser morta, o que é errado. Siris e caranguejos também devem estar vivos até o momento do cozimento.