PUBLICIDADE

Topo

Verônica Laino

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Como o mindfulness pode ajudar você a emagrecer

Mindfulness - Getty Images/iStockphoto
Mindfulness Imagem: Getty Images/iStockphoto
Verônica Laino

Verônica Laino é formada em nutrição pela USP (Universidade de São Paulo), pós-graduada em Nutrição Clínica e Esportiva Funcional e coach de emagrecimento. Trabalhou em clínica particular por sete anos e hoje dedica seu tempo aos seus coachees e a? produc?a?o de conteu?do online, mi?dias sociais e eventos, como forma de alcanc?ar cada vez mais pessoas e ajuda?-las a levar uma vida pra?tica, sauda?vel, balanceada e gostosa.

Colunista do UOL

06/04/2021 04h00

Hoje estamos vivendo muito no automático, fazemos as coisas porque precisam ser feitas, mas não estamos realmente prestando atenção nelas. Quantas vezes já parou em um cômodo e esqueceu por qual motivo estava ali, o que foi buscar? Tentamos fazer o caminho reverso e nem sempre lembramos. Com a alimentação não é diferente, comemos sem realmente prestar atenção no que está no prato e com isso não temos sensação de saciedade. É como se o nosso cérebro não tivesse computado que comemos. Mas o mindfulness pode ajudar você a ter a atenção plena que você precisa.

A ideia é que todos os momentos que você for se alimentar, coma com atenção, com consciência plena e principalmente sem julgamento. O foco aqui não é julgar a comida ou o volume que você está ingerindo, mas sim como ela faz você se sentir, quais são as memórias que vêm na sua mente. Como você sente seu estômago depois que termina de se alimentar? Está mastigando bem os alimentos? Qual a consistência do que você está engolindo?

Fazer todas estas perguntas pode parecer exaustivo no começo e muitas vezes você nem vai saber respondê-las, afinal nem sempre prestamos atenção em tudo isso. O objetivo da prática é tornar o momento agradável, de forma que você consiga apreciá-lo por inteiro. Fazendo isso você consegue realmente escutar sua fome real, não comer em excesso e atingir seu peso desejado!

Comer bem/ Degustar - iStock - iStock
Imagem: iStock

Para ajudá-lo, montei seis passos para você seguir na sua próxima refeição:

Passo 1: CONHEÇA SUA FOME

Nunca negue a sua fome, tente sempre compreender e respeitar seus sinais de fome e saciedade. Fome de verdade deve sempre ser respondida com comida saudável.

Passo 2: PARE E RESPIRE

Antes, durante e depois do momento da refeição, tente prestar atenção aos sentimentos, ao ambiente e se você ainda está com fome ou é vontade de comer algo específico.

Passo 3: SEM ELETRÔNICOS

Para o nosso cérebro entender que comemos e estamos satisfeitos é preciso ter 100% de atenção ao ato de comer. ao ficar no celular/tablet ou assistir à televisão, nosso cérebro não computa todo o volume que comemos e saímos da mesa com a sensação de que algo está faltando.

Passo 4: MASTIGUE

Mastigar bem os alimentos faz com que a gente coma mais devagar, isso dá tempo ao cérebro para trabalhar nos sinais de saciedade, evitando que você coma em excesso por falta de atenção.

mulher comendo; café da manhã - iStock - iStock
Imagem: iStock

Passo 5: APROVEITE

Comer é uma forma de prazer. Quando feito de forma consciente, podemos aproveitar o momento, não comer em excesso e tomamos o controle da situação.

Passo 6: COMEMORE

No final de cada refeição que tiver feito de forma consciente, fique feliz pela conquista, comemore esta nova fase de se alimentar bem, na qual você controla a comida e não ela te controla. Lembre-se: não tem problema sentir prazer ao comer quando você faz de forma controlada.

Você vai perceber que seguindo estes seis passos em cada refeição, conseguirá controlar melhor a porção, sempre se sentir saciado, diferenciar fome de vontade e, quando estiver com vontade, focar que o alimento é o que você quer, e não um volume absurdo daquilo, afinal, para matar a vontade, precisamos saborear o alimento, e não nos entupir dele.

O que eu sempre falo para todos os meus pacientes é que nenhum alimento engorda, mas sim o volume excessivo dele, que pode levar ao ganho de peso. Comer com atenção vai ajudá-lo a quebrar este padrão comportamental.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL