PUBLICIDADE

Topo

Fernando Guerreiro

3 passos para aprender a pular corda, queimar calorias e ganhar resistência

Fernando Guerreiro

Fernando Guerreiro é formado em educação física e especializado em treinamento funcional. Atleta amador, já completou ultramaratonas e triatlos, e é também head coach da We Move Brasil, equipe de treino especializada em desenvolver um estilo de vida saudável e transformador.

Colunista do VivaBem

16/01/2021 04h00

Você cansou de fazer os exercícios aeróbicos sempre na esteira ou na bike ergométrica ou está procurando uma forma de se exercitar em casa durante a pandemia? Pular corda pode ser uma ótima opção.

A atividade, que para alguns é só uma "brincadeira de criança", na verdade pode se tornar um treino desafiador e trazer vários benefícios à saúde e ao condicionamento físico.

Para começar, saiba que pular corda por 30 minutos pode proporcionar um gasto calórico de mais de 300 calorias, mas não pense que conseguir fazer o exercício por esse tempo é fácil.

O exercício também contribui para a melhora do condicionamento cardiorrespiratório —o que faz com que você ganhe resistência física, tendo mais fôlego no dia a dia ou e ao praticar outros esportes, além de reduzir o risco de problemas como pressão alta, infarto, AVC. Pular corda ainda ajuda a ganhar agilidade, coordenação motora e atenção plena.

Quer começar mas não sabe como pular corda?

No vídeo abaixo, que publiquei no meu Instagram (acesse aqui caso não carregue na página), mostro três passos para você aprender a pular corda —que também descreverei aqui.

Passo 1 - Treine o ritmo de saltos Sem a corda, salte constantemente para cima, mantendo o mesmo ritmo. Use a ponta dos pés para pular e não toque os calcanhares no chão ao aterrissar. Faça isso por 1 minuto, descanse 30 segundos e vá para o próximo passo.

Passo 2 - Coordenação motora Repita o passo 1 mas, a cada salto, quando você estiver no ar, bata as mãos nas laterais do quadril. Esse passo representa a batida da corda no chão. Faça isso por 1 minuto, descanse 30 segundos e vá para o próximo passo.

Passo 3 - Pule corda Agora, pegue uma corda e salte por 1 minuto, mantendo o ritmo que treinou no passo 1. Se não conseguir pular corda por um minuto, volte para o passo 1. Se conseguir, descanse por 30 segundos ao completar 1 minuto pulando corda e faça 5 repetições do passo 3.

No vídeo, eu dou ainda uma dica para quem pula corda bem e quer desenvolver o pulo duplo. Confira lá!

Cuidados ao pular corda

  • Piso Escolha um local com piso regular e que não seja escorregadio
  • Calçado Use um tênis apropriado para a prática de atividade física, que garanta boa estabilidade aos tornozelos --ou, se preferir, treine descalço.
  • Redução de impacto Ao aterrissar, procure diminuir o impacto tocando o solo com a ponta dos pés e flexionando levemente os joelhos. Isso é importante especialmente para quem já sofre com dores nas articulações do quadril, joelhos ou tornozelos.