Topo

Viagem


Taj Mahal ganha purificadores de ar após alto nível de poluição na Índia

Turistas usam máscaras em visita ao Taj Mahal, em Agra, na Índia - Pawan Sharma/AFP
Turistas usam máscaras em visita ao Taj Mahal, em Agra, na Índia Imagem: Pawan Sharma/AFP

do UOL

07/11/2019 10h35

O Taj Mahal, patrimônio Mundial da Unesco e atração turística mais visitada da Índia, ganhou purificadores de ar depois que o nível de poluição no país atingiu níveis recordes. Nesta semana, o índice bateu 20% a mais que o nível "seguro" da Organização Mundial da Saúde.

Segundo a CNN, duas vans com purificadores gigantes foram estacionadas próximas ao mausoléu do século 17, localizado em Agra. Uma das preocupações é que a poluição agressiva deteriore o monumento. Os veículos são de uma empresa privada.

Em entrevista à emissora, Bhuvan Prakash Yadav - representante do Conselho de Controle de Poluição de Uttar Pradesh (UPPCB) - afirmou que a ação com as vans é algo experimental de 10 dias e que estão tentando aumentar o período de permanência dos purificadores no local.

Veículo com purificador de ar estacionado próximo ao Taj Mahal, na Índia - Money Sharma/AFP
Veículo com purificador de ar estacionado próximo ao Taj Mahal, na Índia
Imagem: Money Sharma/AFP

Apesar do nome da empresa privada envolvida na ação não ter sido revelado, é possível ver adesivos da empresa de telecomunicação Vodafone nas laterais dos veículos.

Ainda de acordo com a CNN, Bhuvan Prakash Yadav disse que cada van é capaz de purificar 1,5 milhão de metros cúbicos de ar em oito horas, porém essa medida não foi comprovada pois as vans não possuem sensores.

Turistas visitam o Taj Mahal em condições de poluição atmosférica em Agra, em novembro de 2019 - Jewel SAMAD/AFP
Turistas visitam o Taj Mahal em condições de poluição atmosférica em Agra, em novembro de 2019
Imagem: Jewel SAMAD/AFP

Viagem