Topo

Viagem


Estações de esqui da Europa prometem luxo, adrenalina e balada; conheça

Marcel Vincenti

Colaboração para o UOL

30/09/2019 04h00

No fim do ano, o inverno chega à Europa e, com ele, diversos resorts de esqui começam a operar a todo vapor em países como França, Suíça, Itália e Áustria.

São locais onde o turista pode praticar esportes de neve no meio de paisagens montanhosas fantásticas e, depois de curtir tanta adrenalina, relaxar em restaurantes luxuosos, em spas requintados e em hotéis que oferecem um ambiente cálido e acolhedor.

E alguns destes complexos também prometem uma vida noturna agitada para seus visitantes: um deles, por exemplo, será palco para o insano festival Tomorrowland.

A seguir, conheça atrações da próxima temporada de esqui no Velho Continente.

St. Moritz (Suíça)

Filip Zuan/St. Moritz Tourismus
Imagem: Filip Zuan/St. Moritz Tourismus

O complexo de esportes de neve de St. Moritz, na Suíça, tem uma história que remonta ao século 19.

Trata-se de um dos mais tradicionais centros de esqui e snowboard da Europa, oferecendo atualmente 88 pistas para todos os níveis de experiência, entre as montanhas dos Alpes.

E há muitas outras atividades para fazer por lá: em dezembro, turistas têm a chance de patinar em lagos congelados. Se a ideia for fazer algo em um ambiente indoor, St. Moritz oferece o Museu Segantini, com lindos quadros do pintor Giovanni Segantini (1858-1899).

E isso sem falar dos restaurantes, lojas de grife e spas conceituados que existem na área.

A temporada de esportes de neve em St. Moritz começa no dia 19 de outubro e vai até 3 de maio.

Mais informações no site oficial.

Alpe d'Huez (França)

Tomorrowland/Alpe d'Huez Tourisme
Imagem: Tomorrowland/Alpe d'Huez Tourisme

Entre tantos complexos de esportes de neve na Europa, Alpe d'Huez, na França, se destaca por um fato curioso: o local sediará, ainda durante a temporada de esqui, o insano evento de música eletrônica Tomorrowland (na foto acima).

A festa irá ocorrer entre os dias 14 e 21 de março de 2020 e promete atrair ao resort cerca de 25 mil baladeiros. Três de seus palcos serão montados em encostas de pistas de esqui. O palco principal, por sua vez, terá 65 metros de largura por 22 metros de altura.

Fora isso, a região onde está Alpe d'Huez oferece mais de 250 km de pistas.

No local, há uma ampla área para esquiadores iniciantes, assim como trajetos mais desafiadores.

Um deles atravessa um túnel de 200 metros de extensão, percorrido apenas por pessoas muito experientes.

A temporada em Alpe d'Huez vai de 30 de novembro a 25 de abril.

Mais informações no site oficial.

Chamonix-Mont-Blanc (França)

Office de Tourisme Vallée de Chamonix/Morgane Raylat
Imagem: Office de Tourisme Vallée de Chamonix/Morgane Raylat

A região francesa conhecida como Chamonix-Mont-Blanc é um dos principais destinos de esportes de neve do mundo.

O local possui pistas de esqui para todos os níveis de experiência e, de algumas delas, os turistas podem admirar, no horizonte, o Mont Blanc, a mais alta montanha dos Alpes.

Chamonix-Mont-Blanc, entretanto, é mais do que um centro de esqui, snowboard e afins. O lugar abriga uma linda vila alpina com cerca de 9.200 habitantes, que oferece museus, restaurantes de alta gastronomia e vida noturna agitada.

Uma das atividades mais legais para fazer na área é o passeio de teleférico até o alto da montanha Aiguille du Midi, a mais de 3.700 metros de altitude.

A temporada de esportes de neve costuma começar no meio de dezembro e ir até maio.

Mais informações no site oficial.

Val Gardena (Itália)

DOLOMITES Val Gardena / Gröden
Imagem: DOLOMITES Val Gardena / Gröden

Localizado na região montanhosa das Dolomitas, no norte da Itália, o complexo de esportes de neve Val Gardena é um lugar ideal para quem busca a adrenalina de esquiar e lindas paisagens naturais.

Na área, enquanto desliza sobre a neve, o turista pode admirar monumentos como a montanha Sassolungo, com suas encostas extremamente íngremes, que costumam impressionar os visitantes.

Um dos setores esquiáveis mais legais de Val Gardena é o La Longia, com mais de 10 km de extensão. Já o trajeto conhecido como Sellaronda oferece dezenas de quilômetros de pistas de esqui ao redor do maciço de Sella, com lindas formações rochosas.

E Val Gardena é conhecida por sua ampla e eficiente rede de teleféricos, que facilita a locomoção dos visitantes pelo complexo.

Para se hospedar na região, há as pitorescas vilas de Ortisei e S. Cristina.

A temporada de esportes de neve em Val Gardena começa nos primeiros dias de dezembro e vai até o dia 14 de abril.

Mais informações no site oficial.

Gstaad (Suíça)

Divulgação/Gstaad Saanenland Tourismus
Imagem: Divulgação/Gstaad Saanenland Tourismus

O complexo de esportes de neve de Gstaad fica na Suíça e é um ótimo lugar para pessoas com alguma experiência em esqui, snowboard e afins.

O local abriga 49 pistas, que, somadas, têm cerca de 200 km de extensão.

Muitas delas são consideradas de nível fácil e intermediário. Mas há também trajetos para esquiadores experientes, que são desafiados pelas íngremes encostas alpinas.

Além de esportes de neve, Gstaad oferece um agradável ambiente turístico em suas vilas alpinas, com chalés, ótimos restaurantes e excelentes hotéis.

A próxima temporada de esportes de neve em Gstaad começa no dia 14 de dezembro e vai até 29 de março.

Mais informações no site oficial.

Kitzbühel (Áustria)

Kitzbühel Tourismus/Michael Werlberger
Imagem: Kitzbühel Tourismus/Michael Werlberger

Kitzbühel é um dos principais complexos de esportes de neve da Áustria.

O local oferece nada menos do que 230 km de pistas para o público, além de dezenas de linhas de teleférico que transportam os turistas através das paisagens montanhosas da região (levando-os, inclusive, ao alto de montanhas a mais de 2.000 metros acima do nível do mar).

O destino possui terrenos para os todos os níveis de experiência, do iniciante ao esquiador mais rodado (lá, há inclusive escolinhas de esqui para crianças).

E Kitzbühel oferece outras opções de diversão na neve e no gelo, como zonas para a prática de curling e pistas de patinação.

Turistas esquiam na região de outubro até maio.

Mais informações no site oficial.

Zermatt (Suíça)

MICHAEL PORTMANN/Zermatt
Imagem: MICHAEL PORTMANN/Zermatt

Zermatt é outro destino de esportes de neve de primeira classe na Suíça e que conta com um diferencial: lá, os turistas podem esquiar sob a imponência da Matternhorn (na foto), uma das montanhas mais lindas da Europa.

Zermatt faz parte de um complexo turístico conhecido como Matterhorn Ski Paradise, que abriga um total de 145 pistas, somando 360 km de extensão.

E há opções para todos os tipos de público: destes trajetos, 71,4 km são considerados de nível fácil e cerca de 222 km têm nível intermediário. Pouco mais de 26 km apresentam um terreno difícil.

A região ainda abriga hotéis luxuosos e ótimos restaurantes. Dois destes estabelecimentos gastronômicos (o After Seven no Backstage Hotel e o Ristorante Capri no Mont Cervin Palace) já estiveram em uma lista dos melhores restaurantes da Suíça.

E, na área, é também possível dormir dentro de iglus.

A temporada oficial de esportes de neve começa no dia 1º de novembro e termina em 3 de maio.

Mais informações no site oficial.

Courchevel (França)

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Courchevel é um complexo de esportes de neve na França que mistura luxo extremo com pistas de esqui de dar frio na espinha.

Na região, existem vilas onde o turista encontra spas caríssimos, restaurantes estrelados e hotéis sofisticados.

As opções de diversão na neve, por sua vez, são muitas.

Dois dos trajetos mais famosos de Courchevel são o La Combe de la Saulire (cercado por paisagens montanhosas de cair o queixo) e o Le Grand Couloir, uma das mais desafiadoras pistas de esqui do complexo, com trechos íngremes no meio de formações rochosas.

A principal época da temporada de esportes de neve em Courchevel costuma ir de dezembro a abril.

Mais informações no site oficial.

Breuil-Cervinia (Itália)

Enrico Romanzi/Regione Autonoma Valle d’Aosta
Imagem: Enrico Romanzi/Regione Autonoma Valle d’Aosta

O complexo de esportes de neve de Breuil-Cervinia, na Itália, também fica na região do Matterhorn (montanha que é chamada, pelos italianos, de Cervino).

O local é integrado ao complexo de Zermatt, na Suíça, e possui pistas de esqui e snowboard de qualidade mundial.

É também pontuado por belíssimas vilas alpinas, que abrigam hotéis, spas e uma enorme variedade de restaurantes.

Na região, vale a pena fazer um passeio até a linda vila de Chamois (acessível com teleférico).

A próxima temporada de esportes de neve em Breuil-Cervinia vai de outubro até maio.

Mais informações no site oficial.

Cortina d'Ampezzo, Itália

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Assim como Val Gardena, Cortina d'Ampezzo é um complexo de esportes de neve situado no norte da Itália, mais precisamente na região das Dolomitas.

O local foi sede dos Jogos Olímpicos de Inverno de 1956 e é extremamente famoso entre esquiadores de todo o mundo.

A área abriga cerca 120 km de trajetos para a prática de esportes de neve como esqui e snowboard, tudo cercado por paisagens alpinas deslumbrantes.

E, antes e depois de curtir a neve, os turistas passeiam pela linda vila de Cortina d'Ampezzo, tradicional point de viajantes endinheirados e que oferece restaurantes, lojas e hotéis sofisticados.

Lá, a temporada de esportes de neve vai de 30 de novembro até 3 de maio.

Mais informações no site oficial.

Mais Viagem