Homem é suspeito de violar medida protetiva, matar ex e pai dela em SP

Um homem foi preso por suspeita de matar a ex-namorada e o pai dela dentro da casa em que os dois moravam em Miracatu (SP).

O que aconteceu

Homem arrombou porta da casa de Yasmin Santos de Queiroz e atirou contra ela e o pai, Francisco Xavier Marques de Queiroz. A informação foi dada pela mãe e esposa das vítimas à Polícia Civil. O caso foi registrado na noite do sábado (11).

Socorro foi acionado, mas constatou morte dos dois no local do crime. A testemunha do duplo homicídio não se feriu.

Vítima tinha medida protetiva contra o ex. A Polícia Civil informou que o caso foi registrado como feminicídio, descumprimento de medida protetiva de urgência e homicídio. As circunstâncias da medida, porém, não foram divulgadas.

Suspeito fugiu e foi preso na madrugada desta segunda-feira (13). Segundo a Polícia Militar, o homem foi encontrado em um sítio de propriedade dele e não apresentou resistência. A arma usada no crime não foi encontrada até o momento, informou o órgão.

A identidade do homem preso não foi divulgada até o momento. O UOL segue tentando encontrar a defesa do suspeito.

Pai e filha serão enterrados nesta segunda-feira (13). Eles são velados na Câmara Municipal de Miracatu. Xavier era servidor público do município, que publicou uma nota de pesar pelo falecimento do homem.

Em caso de violência, denuncie

Ao presenciar um episódio de agressão contra mulheres, ligue para 190 e denuncie.

Continua após a publicidade

Casos de violência doméstica são, na maior parte das vezes, cometidos por parceiros ou ex-companheiros das mulheres, mas a Lei Maria da Penha também pode ser aplicada em agressões cometidas por familiares.

Também é possível realizar denúncias pelo número 180 — Central de Atendimento à Mulher — e do Disque 100, que apura violações aos direitos humanos.

Deixe seu comentário

Só para assinantes