PUBLICIDADE

Topo

Casamento

Cadeirante surpreende noivo ao entrar caminhando no dia do casamento

Noiva cadeirante caminha até o púlpito em casamento. - Asha Bailey Photography/Divulgação
Noiva cadeirante caminha até o púlpito em casamento. Imagem: Asha Bailey Photography/Divulgação

Colaboração para o UOL

19/11/2021 10h20

Paralisada da cintura para baixo desde 2010, quando tinha apenas 17 anos, em razão de um acidente de carro, a norte-americana Chelsie Hill, de 29 anos, realizou no final de setembro deste ano o sonho de se casar, em uma cerimônia que emocionou intensamente o noivo Jay Bloomfield. Isso pelo fato de a cadeirante caminhar até o púlpito com o auxílio de um andador e órteses nas pernas, fazendo o amado chorar.

A noiva planejou tudo sem que Bloomfield soubesse. Mesmo sabendo que ele não gostava de surpresas, ela sabia que aquela seria infalível. "Assim que eu vi Jay, o queixo dele caiu. Ele estava simplesmente chocado por eu estar andando, porque ele não fazia ideia", disse Hill em entrevista à Insider.

As fotos do casamento mostram o quanto o homem estava emocionado. No momento exato em que Hill caminhava pelo tapete branco estendido sobre a grama, a imagem de Bloomfield em lágrimas, com a mão no rosto, foi capturada pela fotógrafa que trabalhava na cerimônia.

Cadeirante faz surpresa para noivo no dia do casamento - Asha Bailey Photography/Divulgação - Asha Bailey Photography/Divulgação
Hill usou órteses nas pernas para caminhar no dia do casamento.
Imagem: Asha Bailey Photography/Divulgação

"Por toda a minha vida, eu sempre imaginava olhar olho no olho com meu marido no dia do meu casamento. Depois do acidente, eu não tinha certeza se conseguiria encontrar alguém que me amasse de verdade", disse a noiva em seus votos, compartilhados no Instagram.

Ativista pelos direitos dos cadeirantes, Chelsie Hill destaca que se esforçou para caminhar até o púlpito porque se tratava de um sonho de infância. "Eu quero enfatizar que não há nada de errado em estar sentada em uma cadeira, mas eu cresci me imaginando entrando caminhando pelo corredor", disse.

Hill é fundadora de um grupo de dança de cadeirantes chamado Rolettes, que faz apresentações e produz vídeos para as redes sociais. No Instagram, mais de 72 mil seguidores acompanham o trabalho. A dança, aliás, fez parte do casamento, tanto na tradicional valsa com o marido, quanto em uma apresentação bem ensaiada com o pai.

Para facilitar a mobilidade da noiva, o vestido tinha uma saia removível. Assim, ela podia transitar entre a cadeira e o andador tranquilamente. "Foi mágico. Cada pedaço foi perfeito", concluiu.

@ashajpg

she said she dreamed of the day she'd look her husband in the eye on their wedding day, and she did that

? In This Shirt - The Irrepressibles

Casamento